Briefing

Início > Fibra > 5 tendências para 5 anos, by IBM

5 tendências para 5 anos, by IBM

quinta, 05 janeiro 2017 13:21

A IBM acaba de anunciar a iniciativa anual "IBM 5 in 5" (#ibm5in5), cinco inovações científicas e tecnológicas que prevê que venham a mudar a forma como as pessoas irão trabalhar, viver e interagir nos próximos cinco anos.

Estas inovações, diz a empresa, são baseadas em tendências sociais e de mercado, bem como nas tecnologias emergentes dos laboratórios de I&D da IBM em todo o mundo:

1. Com a Inteligência Artificial (IA), as nossas palavras irão abrir uma janela para a nossa saúde mental - Daqui a cinco anos, o que dizemos e escrevemos será usado como indicador da nossa saúde mental e bem-estar físico. Padrões de fala e de escrita analisados ​​pelos novos sistemas cognitivos, como o IBM Watson, irão fornecer sinais fidedignos de um estágio inicial de doença mental e neurológica, o que pode ajudar médicos e pacientes a melhor prever, monitorizar e acompanhar estes distúrbios.

2. As tecnologias de hyperimaging e de IA vão dar-nos uma visão de super-herói – Daqui a cinco anos, novos dispositivos de imagem, que tiram partido de tecnologias de hyperimaging e de IA, irão permitir ver amplamente além do domínio da luz visível, combinando várias bandas do espectro eletromagnético para revelar informações valiosas ou potenciais perigos que, de outra forma, estariam ocultos aos nossos olhos. Mais importante ainda, esses dispositivos serão portáteis e acessíveis, de tal modo que a visão de super-herói tornar-se-à parte das nossas experiências diárias.

3. Os macroscópios irão ajudar-nos a entender a complexidade da Terra com infinito detalhe – Em cinco anos, usaremos algoritmos de machine learning e de software que nos ajudarão a organizar informações sobre o mundo físico para ajudar a dar uma nova visão e compreensão a todos esses dados. A este instrumento chamamos "macroscópio" – mas, ao contrário do microscópio que permite ver a uma escala mínima, ou do telescópio que aproxima o que está longe, o macroscópio é um sistema de software e algoritmos que irá reunir todos os dados complexos da Terra e analisar o seu significado.

4. Os laboratórios médicos "Lab-on-a-chip" serão como que detetives na área da saúde para despistar doenças à nanoescala – Nos próximos cinco anos, esses novos laboratórios servirão como detetives de nanotecnologia para a saúde: rastreiam pistas invisíveis nos fluidos corporais e informam-nos imediatamente se temos razões para consultar um médico. O objetivo é reduzir a um único chip de silício todos os processos necessários para analisar uma doença que normalmente seria realizada num laboratório de bioquímica em grande escala.

5. Sensores inteligentes irão detetar poluição ambiental à velocidade da luz – Em cinco anos, novas tecnologias de deteção de gases, implementadas perto de poços de extração de gás natural, nas instalações de armazenamento e ao longo de condutas de distribuição, permitirão que a indústria identifique em tempo real esses vazamentos invisíveis. Redes de sensores de IoT, conectadas de forma wireless à cloud, fornecerão uma monitorização contínua da vasta infraestrutura de gás natural, permitindo que estes vazamentos sejam detetados numa questão de minutos em vez de semanas, reduzindo a poluição e os resíduos e a probabilidade de eventos catastróficos.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Briefing advocatus fibra Welcome store


Considerações Legais     © 2016 briefing     Ficha Técnica  Estatuto Editorial