Briefing

Início > Impressão Digital > Joana Garoupa

Joana Garoupa

segunda, 04 setembro 2017 11:46   Diretora de Marketing da Siemens

Joana Garoupa Estremoz é o recanto favorito de Portugal para Joana Garoupa, mas não deixa de ir uma vez por ano até Formentera. Enquanto diretora de Marketing da Siemens afirma que gostaria de ter uma campanha protagonizada por Barack Obama e até já tem a "promessa" da mesma na cabeça...

O filme

"O Despertar da Mente" (2004). Um casal tenta recuperar a sua relação apagando as más recordações do passado, através de uma técnica inovadora. Um filme brilhante sobre a diferença entre pensar e sentir. Com uma dupla improvável, simplesmente arrasadora (Jim Carrey e Kate Winslet).

A série

"Uma Família Muito Moderna" e "Sexo e a Cidade". "Uma Família Muito Moderna", pelo argumento bomba e diálogos de morrer a rir, sempre (e já vão na 7.ª temporada). Uma crítica muito bem-feita aos preconceitos da nossa sociedade. "Sexo e a Cidade", porque é uma série que marcou os meus 20s/30s. Ainda hoje acho que alguns episódios são verdadeiras bíblias para o entendimento da mente feminina.

O livro

Infelizmente, não leio tanto quanto gostaria. Dos últimos que li destaco "O Culpado", de Lisa Ballantyne (um thriller que me enganou até ao fim) e "O Monge que vendeu o seu Ferrari", de Robin Sharma (mais uma tentativa de assimilar alguns comportamentos de work-life balance).

A banda sonora da minha vida

Está a ser construída lentamente no Spotify...

A frase inspiradora

Nos últimos anos tem sido a do Charles Darwin: "Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças".

O perfume

Burberry Classic.

O gadget

iPhone. Não vivo sem este aparelho.

O equipamento smart que não pode faltar em casa

O meu marido.

O destino de eleição

Formentera. Uma semana aqui é mandatária para a minha sanidade mental. Todos os anos since 2005.

O local favorito em Portugal

Estremoz. O Alentejo igual a si próprio. E porque vivi aqui seis anos da minha adolescência. É sempre bom voltar.

Os hobbies

Viajar, cinema, estar com a família e (comecei a) correr.

O desporto

Agora as corridas. Antes disso, o surf de sofá!

O ídolo

O Papa Francisco. Passei a olhar novamente para a igreja de outra forma.

Algo novo que gostaria de aprender

Gostava de ter coragem para aprender mandarim. Acredito que seria uma grande mais-valia.

Tornei-me marketeer, porque...

Sempre adorei o fenómeno das marcas e da sua representação. O meu passatempo favorito em miúda era ver os anúncios de televisão e tentar adivinhar, através da música e/ou diálogos, qual a marca em questão.

Se não fosse marketeer, seria...

Advogada (muito influenciada pela série "Ally McBeal") ou escritora. Adoro o jogo das palavras e a sua capacidade de mover montanhas.

Marca para a qual gostaria de trabalhar

Walt Disney.

A Siemens é...

Um mundo de conhecimento e tecnologia que adiciona valor às nossas vidas. Está em todo o lado sem se ver.

A minha campanha favorita da Siemens é...

A atual – "Ingenuity for life". Esta campanha "traduz" a tecnologia Siemens ao explicar o valor que adiciona às nossas vidas – O João chega a horas ao seu encontro porque o Sitraffic, plataforma de gestão de tráfego, garante que o autocarro que ele apanhou não chega atrasado; ou a Aninhas dorme descansada sem medo do escuro porque as nossas soluções para redes elétricas inteligentes garantem que a sua luz de presença nunca se apaga. A tecnologia subjacente a estas histórias de vida é Siemens: sinónimo de capacidade de engenharia, inovação, engenho e sentido de responsabilidade ao serviço da vida, ou seja, "Ingenuity for life".

Gostava que a Siemens tivesse uma campanha protagonizada por...

Barack Obama. E até já tenho a "promessa" na cabeça. Fizemos um taco de golfe 100% customizado ao swing do Presidente dos EUA, usando o software Siemens PLM Solid Edge. Era só capitalizar este tema.

Uma campanha de marketing eficaz é...

A que deixa o consumidor respirar. Hoje com a panóplia de estímulos e pressões (Snapchat, Facebook, Instagram, WhatsApp, Pinterest, TV, banners, SMS...) ganham as marcas que subtilmente marcam a sua presença, sem massacrar.

Mais nesta categoria: « Mónica Pimentel


Considerações Legais     © 2016 briefing     Ficha Técnica  Estatuto Editorial