Briefing

Início > Opinião > Afinal, o que é Marketing de Afiliados?

Afinal, o que é Marketing de Afiliados?

segunda, 05 junho 2017 12:16   Luís Garcia, vice-presidente de Marketing da OLAmobile

Afinal o que é Marketing de Afiliados?A Internet tem evoluído de uma forma incrível, possibilitando que empresas desenvolvam novas tecnologias, produtos e serviços para milhões de consumidores dispersos geograficamente. Novas ideias e modelos de negócio surgiram e novos desafios se colocam na economia digital.

O Marketing de Afiliados é uma evolução dentro das ferramentas tradicionais do Marketing Digital. Os primeiros formatos de publicidade on-line foram os banners, utilizados pelos grandes anunciantes. Os anúncios pay-per-click passaram a ser mais frequentes, assim como a publicidade em sites e todo tipo de divulgação on-line, porém em alguns segmentos, com o passar do tempo, a concorrência cresceu e os preços por clique aumentaram muito. Os anunciantes, por sua vez, na constante busca pelo "ROI perfeito", procuraram novos mecanismos para fazer publicidade na web.

Assim, o Marketing de Afiliados surge como uma alternativa muito rentável e os anunciantes passaram-se a preocupar em oferecer, cada vez mais, campanhas segmentadas e atrativas para as redes de afiliados. Isso porque, ao contrário dos portais horizontais, em que a conversão está diretamente atrelada à audiência, o Marketing de Afiliados possibilita que sites e blogs consigam alta rentabilidade sem ter, necessariamente, uma grande audiência. Quanto mais segmentado for o seu conteúdo, mais qualificada será a sua audiência e mais fácil será vender o que a audiência quer comprar.

Portanto, o conceito de Marketing de Afiliados refere-se à divulgação de um produto que se dá por meio de uma rede de afiliados parceiros na internet. De uma forma genérica o afiliado divulga o produto de um vendedor e recebe uma comissão todas as vezes que ele conseguir indicar uma venda deste mesmo produto.

Mas, então, o que são afiliados?

Os negócios baseados em Marketing de Afiliados são realizados por profissionais ligados ao desenvolvimento e à rentabilização de sites na internet, como bloggers, webmasters, app developers, e também empresas, agências, publicitários e todo o tipo de utilizadores que estejam direta ou indiretamente ligados ao desenvolvimento de projetos comerciais na internet.

Focado no desenvolvimento de técnicas e táticas para melhorar os rendimentos e vendas de projetos na internet, este mercado é constituído por talentos na arte da monetização online, com o objetivo de rentabilizar as suas audiências on-line por meio de programas de afiliados.

Com cada vez mais empresas (anunciantes) e afiliados a trabalharem conjuntamente em prol do mesmo objetivo, trabalhar com programas de afiliados tornou-se fundamental, tanto para as empresas que pretendem crescer e gerar mais vendas, como para os bloggers e editores de conteúdos que procuram uma forma eficaz de rentabilizar os seus sites e gerar mais leitores. Com um modelo de negócio bastante simples e direcionado para a partilha de receitas sobre as vendas, ambas as partes ganham com o mesmo cliente, o que significa que tanto as empresas (anunciantes) como os publishers (ou afiliados) estão a trabalhar no mesmo sentido e com o mesmo objetivo: ganhar dinheiro!

Que modelos de negócio?

Existem diversas nomenclaturas e formatos de programas de afiliados (isto é, empresas com tecnologia que permite a mediação de campanhas publicitárias on-line entre empresas (anunciantes) e afiliados). Estes formatos diferenciados representam as várias opções que anunciantes e afiliados têm à sua disposição para monetizarem mais facilmente o seu público-alvo, tais como CPC (Custo por Clique), CPA (Custo por Aquisição), CPL (Custo por Lead válida), CPM (Custo por Mil Impressões), entre outros.

Todas estas nomenclaturas, embora possam parecer complexas de compreender, correspondem ao formato da venda. Quer o afiliado receba comissões por clique, por aquisição ou por lead, estará a usar um programa de afiliados que se enquadra nas nomenclaturas anteriores.

Resumindo, quando um afiliado promove um determinado produto de um anunciante através de um programa de afiliados, é recompensando por essa promoção de acordo com o que a empresa/anunciante decidiu previamente.

Como tal, afiliados têm maior rentabilidade nos seus sites, blogs ou redes sociais, por meio da venda de produtos de outras entidades (anunciantes). Estes últimos ganham acesso a mais canais de distribuição e, assim, podem impactar mais audiências e, consequentemente, efetuar mais vendas.

Hoje, uma grande parte do e-commerce mundial é realizado através de Marketing de Afiliados e a tendência é que esta forma de fazer negócios online cresça cada vez mais.


Considerações Legais     © 2016 briefing     Ficha Técnica  Estatuto Editorial