Marcas + Filmes = Diferenciação, valor e vendas (VÍDEO)

Marcas + Filmes = Diferenciação, valor e vendas

Há quatro anos que a 9 the creative shop trabalhava com a Columbia TriStar Warner na associação de marcas a filmes: uma parceria de sucesso que levou a agência de publicidade e design a lançar-se num novo projeto – um departamento de Brand Promotions, especializado em meios alternativos de comunicação.

Em entrevista ao Briefing, Ana Castro Rego, responsável pelo novo departamento, explica quais as vantagens que as marcas encontram na associação a filmes:

Briefing | O que está na origem deste departamento?

Ana Castro Rego | A 9 the creative shop trabalha já há algum tempo com a Columbia TriStar Warner, tanto no plano de comunicação dos filmes, em que tenta cada vez mais arranjar meios de comunicação alternativos (media alternativa, street marketing, etc.), como na área das brand promotions, em que oferece às marcas a possibilidade de utilizarem alguns filmes da Sony Pictures e da Warner Bros. Pictures como suporte para as suas campanhas ou ativações, dando mais notoriedade e capitalizando a marca.
A agência considerou que o mercado chegou finalmente ao estado de maturidade em que as brand promotions passam a ser consideradas no plano de marketing das marcas/anunciantes. Começam a ser as marcas a procurarem a 9 the creative shop para saberem quais as oportunidades, o que se traduz num menor investimento em dar a conhecer a área e um investimento maior na execução e implementação das ações, o que se resume em maiores resultados.

Briefing | Em que medida é que o cinema possa ajudar a projetar as marcas junto dos espetadores/consumidores?

ACR | Numa altura de crise, todo o investimento em marketing é muito calculado, as marcas apostam em temas e conceitos que possam dar mais retorno e o cinema é, sem dúvida, um deles.
Nota-se um grande aumento  na procura de temas que reforcem uma ligação mais emocional à marca. O cinema, por si só, reforça e capitaliza a marca na medida em que a associa ao glamour e prestígio inerentes a Hollywood. Por outro lado, e dependendo do target e da mensagem, podemos associar a marca à força dos Super Heróis, à fantasia das animações em 3D, à música, a grandes elencos, ou à história de amor mais falada no momento. A associação ao cinema confere também à marca uma atualidade que é bastante valorizada, não só pelos responsáveis de marketing como pelo consumidor.
Um dos fatores que acreditamos que contribuem para o grande crescimento da área das brand promotions é o fato de estas associações estarem ao alcance de qualquer marca. Os investimentos pedidos não são relevantes e a grande parte dos filmes em carteira não exige pagamento de fee de utilização de imagem, o que, muitas vezes, significa uma visível redução de custos na execução da campanha (sendo que a marca pode utilizar imagens, footage e musica do filme a custo zero).

Briefing | O cinema é um veículo para todas as marcas ou apenas para determinados segmentos?

ACR | O cinema abrange qualquer tema, argumento ou target: filmes mais comerciais, outros mais alternativos, todos com diferentes conceitos e argumentos. Filmes mais abrangentes para um target feminino (Sexo e a Cidade 2), ou para um target mais familiar (Como o Happy Feet 2) e outros para públicos mais específicos e segmentados (como Julie & Julia, que era sobretudo para amantes da cozinha).  O cinema é, por isso, um veículo para qualquer marca e qualquer segmento.

Briefing | Que serviços proporciona o novo departamento?

ACR | A agência trabalha com as marcas desde o pitching até à implementação da ação. Numa primeira fase, a 9 the creative shop analisa o filme e seleciona algumas marcas cuja associação com o filme é evidente (no caso do Os Smurfs a marca de que nos lembrámos logo foi o Barclays, por causa da cor). Neste momento também fazemos o caminho contrário: as marcas contactam-nos com o seu plano de marketing e pedem-nos aconselhamento sobre quais os filmes que se poderão enquadrar.
Em todo o caso, a 9 the creative shop executa ou acompanha a execução das ações de marca, explora as associações, desenvolve a campanha e sugere os meios de forma a potenciar a campanha.
O know-how da agência na área do cinema facilita bastante todo o processo e acaba por potenciar a campanha da marca não só pelo tema, como pelos meios.

Briefing | Faz referência a meios alternativos de comunicação – trata-se apenas do cinema ou nessa definição estão englobados outros meios?

ACR | Falamos muitas vezes em meios alternativos, não só pelos canais que utilizamos como pelos conteúdos que exploramos.
As brand promotions oferecem aos parceiros novas formas de comunicar na medida em que cedme conceitos e temas originais que o parceiro explora, conseguindo campanhas bem diferenciadas dos concorrentes.
O nosso trabalho na área do cinema dá-nos bastante abertura para explorar e criar meios não convencionais de comunicação como guerrilha ou viral marketing. A 9 the creative shop  acaba por utilizar esse know-how no desenvolvimento das campanhas dos seus outros clientes. Este know-how é a nossa grande mais-valia.

Entre as ações de brand promotion já desenvolvidas pela agência incluem-se as associações entre a TAP e o filme Sexo e a Cidade 2, entre a Iglo e a Brisa e Arthur Christmans, entre a Barclays e a Alsa e o filme Smurfs, entre o Santador e Karaté Kid e entre a Barbot e a Gelpeixe e Happy Feet 2.

 

Fonte: Briefing

Segunda-feira, 12 Março 2012 11:17


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor