Embaixador Hotel reconquista Lisboa (com slideshow)

Embaixador Hotel reconquista Lisboa
O Embaixador Hotel, espaço hoteleiro fundado nos 50 no coração de Lisboa, quer recuperar a antiga mística. Por isso, procedeu a uma restruturação total do interior, assumindo agora um novo posicionamento. As obras de remodelação, orçadas em dois milhões de euros, refletem a aposta no futuro com o intuito de reconquistar o antigo glamour do hotel.

 

Manuel Madeira Teles, bisneto do fundador, José Teodoro dos Santos, é agora administrador do hotel e prevê que o mesmo atinja uma faturação de 1,4 milhões de euros no próximo ano. “Os objetivos da remodelação são exatamente criar produto e com isso conseguirmos reposicionar o hotel para um segmento mais atrativo. O reflexo deste posicionamento será a melhoria substancial do preço médio praticado e tentarmos manter uma taxa de ocupação semelhante à atual”, explica ao Briefing o responsável.

A remodelação do Embaixador Hotel surge por duas principais razões: a necessidade de criar produto para manter o Embaixador competitivo, e devido ao desgaste que o hotel tinha, uma vez que a última remodelação que tinha feita há mais de dez anos e não foi tão profundo como a atual.

A nova imagem do Embaixador Hotel baseia-se na sua origem, em 1959, e, por isso, as peças dessa época que conseguiram aproveitar são orgulhosamente assumidas. “O seu design é realmente extraordinário e as pessoas reconhecem-nas imediatamente, quer seja pelo desing ou pela beleza das peças”, salienta Manuel Madeira Teles. A decoração do interior do hotel ficou a cargo do Atelier Filipa Lacerda que integrou peças em mobília desenhadas expressamente para o hotel, que lhe dá uma atmosfera moderna e urbana. “Creio que se identifica um pouco de Lisboa e daquela fusão tão especial entre o moderno e o antigo, que enobrece a cidade”, adianta.

Para além da remodelação interna, também o logotipo do hotel sofreu algumas alterações: “O logotipo que herdámos, apesar de não ser um original, já tinha algumas décadas. No processo de remodelação, quando decidimos que iríamos ficar com um hotel novo, obviamente que optámos também por investir num site e num logotipo novo, e considerámos que também poderíamos alterar o nome. Uma vez que o Hotel Embaixador era um nome com alguma força e história, resolvemos alterar apenas para Embaixador Hotel. É uma nova etapa mas não queremos cortar totalmente com o passado”, explica ao Briefing o responsável.

Com esta reestrutura tão abrangente, o intuito é colocar o hotel “entre os melhores na sua gama e torná-lo reconhecido no trade, nos clientes e potenciais clientes como uma opção de qualidade”. Para além disso, com este reposicionamento, Manuel Madeira Teles pretende atrair “um público jovem, cosmopolita e qualificado, que gosta de viajar e conhecer as grandes cidades do mundo”.

Para dar a conhecer o novo hotel, o administrador pretende comunicá-lo em três vertentes: através dos meios de comunicação, com o site e com um investimento no online.

{AG}raiz/fotogalerias/embaixador{/AG}

Catarina Caldeira Baguinho
Fonte: Briefing

Quinta-feira, 06 Setembro 2012 10:15


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor