El Ojo na 1º pessoa: A crise tem destas coisas…

El Ojo na 1ª pessoa: A crise tem destas coisas...

“Com a redução dos investimentos globais em publicidade, veio um maior empenho em fazer com que algo simples possa ter um enorme impacto”. É neste pressuposto que Nuno Silva, partner da Wiz Interactive, assenta as suas expectativas sobre a edição deste ano do El Ojo, de que é jurado na categoria de Interativo.

Eis o que Nuno Silva espera do festival ibero-americano de publicidade:

“A Wiz Interactive participa no festival el Ojo Iberoamericano há alguns anos e, de ano para ano, tenho reparado que algo está a mudar na publicidade em ambiente digital: a ideia.

Há males que vêm por bem (já dizia a minha avó) e a minha percepção, não como jurado (pois este é o meu primeiro ano no El Ojo Interactivo) mas como sócio de uma agência que há já alguns anos que participa no festival, é que com a redução dos investimentos globais em publicidade, devido à crise internacional e europeia, veio um maior empenho em fazer com que algo simples possa ter um enorme impacto. Os clientes conhecem cada vez melhor o meio digital, ou interactivo, apercebem-se que é (por defeito) mais barato, mas também se apercebem que é mais facilmente quantificável o seu ROI. E por esse motivo (o ROI) as agências deixaram de querer impressionar apenas o cliente, mas sim impressionar o consumidor.

Diz-se que uma imagem vale por mil palavras, pois o El Ojo Ibero-americano 2012 veio demonstrar, mais uma vez, que uma boa ideia vale por mil imagens (1 milhão de palavras para os mais preciosistas) ou como disse alguém: “Uma boa ideia até pode sobreviver a uma má execução, mas uma boa execução nunca salvará uma má ideia”. E o que tenho visto de ano para ano, é cada vez melhores ideias e conceitos… felizmente com boas execuções.

Só tenho pena que haja tão poucas participações portuguesas (no interactivo). Teríamos todos a ganhar com isso.

Quanto a expectativas… que ganhe o melhor e que seja português ;)”.

Fonte: Briefing

Segunda-feira, 12 Novembro 2012 11:08


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor