Brandia Central cria marca da Academia Portuguesa de Cinema

Brandia Central cria marca da Academia Portuguesa de Cinema

A Brandia Central foi a agência responsável pela identidade da primeira cerimónia de entrega dos prémios Sophia, na categoria carreira, da Academia Portuguesa de Cinema, que hoje decorre na Cinemateca, em Lisboa.

A identidade teve por base o pressuposto de que a Academia pretende ser tanto um santuário como um catalisador para todos os géneros de filmes criados em Portugal.

Os elementos estéticos partem da letra “C”, de Cinema, que é construída graficamente por vários “A”, de Academia. Cada “A” simboliza um dos colégios de profissionais que compõem a instituição: produtores, realizadores, atores, argumentistas, entre outros sendo que a abertura natural da letra “C” evoca ainda a projeção de um filme e a missão da Academia de levar cinema português além-fronteiras. O “C” é depois adaptado a todo o tipo de meios (como site, sede, cartazes de promoção, gala de prémios, peças de merchandising).

A estatueta – O Sophia – remete para Sophia de Mello Breyner Andresen numa peça cuja base física é mais uma vez o “C”, sendo definida por um recorte feminino que se propõe evocar subtilmente a Academia, as artes, a gala e a própria Sophia. “Venha ver-se” foi a assinatura escolhida para acompanhar a identidade da Academia na promoção comercial dos filmes nacionais.

Fonte: Ipsis Emirec

Segunda-feira, 26 Novembro 2012 10:10


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor