Festival do CCP: cinco dias de “desconforto” criativo

Festival do CCP: cinco dias de "desconforto" criativo

O desconforto é o denominador comum da próxima edição do festival do Clube de Criativos de Portugal (CCP), a 15ª. São cinco dias – de 22 a 26 de maio – para debater o desconforto como agente de mudança e motor da economia.

Integrado na primeira semana da criatividade de Lisboa (creative Jam), o evento terá três componentes: institucional, grande público e indústria. Dele farão parte conferências, workshops, masterclasses, uma zona de mercado, exposições, e a tradicional entrega de prémios para distinguir o melhor da indústria criativa.

Os primeiros três dias serão ocupados com as conferências POW (de powerful, original e wonderful). A 22 juntar-se-ãoo diretor criativo da Nike USA, José Ricardo Cabaço, e o diretor criativo da Independente/72 and Sunny Amsterdão, Paulo Martins, bem como Tiago Guedes, Bruno Nogueira e Gonçalo Waddington (Odisseia), João Vasconcelos (Canal 180), Leandro Alvarez (TBWA), João Vitória (Fullsix) e Pedro Albuquerque (Albuquerque Designers).

A 23 as POW!Preview reunirão alguns dos principais diretores criativos de Portugal, a quem foi lançado o desafio de falar das tendências com a ajuda de dez slides.

No dia seguinte será a vez da conferência POW!Industry, onde nomes de referência nas indústrias criativas e no empreendedorismo se dirigirão a um público criativo e com vontade de empreender. Estão confirmados nomes como Carlos Martins (Addict), Joana Gomes (LX Factory), Miguel Silva (Redbull), Suzana Menezes (Oliva Creative Factory), Mariana Fernandes (Fabrica Benetton), Albano Homem de Mello (H3), Luís Haréns (Herdade da Cortesia) e João Vasconcelos (Start-up Lisboa).

Neste mesmo dia, a manhã será ocupada por uma conferência de escolas criativas, que mostrarão como se ensina a criatividade em Portugal. Decorrerão também na ETIC duas masterclasses de fotografia e um workshop Start-Up Lisboa Creative.

A Central Station será ocupada por várias exposições, abertas de 4ª a domingo – ilustração, fotografia, arte, escolas e a exposição dos trabalhos do CCP – e por uma zona de mercado em que 25 marcas criativas e de criativos terão espaço para se apresentarem e para vender.

Na Brand Gallery, a exposição Um Produto Moderno! mostra o que foram os anos 50, 60 e 70 na publicidade das marcas da Unilever.

O festival encerra com a entrega de prémios, dia 25 na ETIC seguida de festa no Ritz Club.

Fonte: Idea Can

Segunda-feira, 06 Maio 2013 11:29


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor