Portugueses querem ser ouvidos pelas marcas

Portugueses querem ser ouvidos pelas marcas

Um estudo recente do Observador Cetelem indica que os consumidores europeus pretendem ter um papel mais ativo no ciclo de produção das marcas. Passivos durante muito tempo, os consumidores querem agora ser ouvidos, testar novos produtos e emitir as suas opiniões. Efetivamente, esta é já uma tendência entre 72 por cento dos portugueses, diz a empresa.

A relação consumidor-marca é agora uma relação de sentido duplo. O consumidor deixa de ser considerado como um simples cliente e passa a ser visto como um verdadeiro parceiro das marcas.

Estamos perante um novo tipo de consumidor, que o Observador Cetelem considerou “modo alternativo”. O estudo mostra também que os europeus estão mais interessados em alugar em vez de comprar alguns produtos. Os portugueses destacam-se, claramente, com 59 por cento a preferirem, por exemplo, alugar o seu material de lazer (média europeia de 43 por cento). Contamos ainda com 61 por cento que preferem alugar os seus equipamentos de bricolagem e jardinagem (contra uma média europeia de 19 e 41 por cento, respetivamente).

Para além do aluguer de bens, a ideia de uma subscrição de serviços, pelos quais os consumidores pagavam até agora a pronto, começa a ter alguns seguidores na Europa. São entre 54 e 59 por cento dos italianos, portugueses, húngaros e polacos que a veem como uma solução económica de futuro nestes tempos de crise. São estes mesmos consumidores polacos, italianos e portugueses que selecionam as fórmulas de subscrição de serviços de manutenção, de explicações particulares ou de jardinagem.

Para as análises e previsões deste estudo foram inquiridas mais de 6.500 pessoas (pelo menos 500 indivíduos por país, com idade superior a 18 anos) através da Internet, em 12 países Europeus: Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Hungria, Itália, Polónia, Portugal, República Checa, Roménia, Reino Unido e Eslováquia. Os inquéritos foram realizados entre novembro/dezembro de 2012 pelo Observador Cetelem, em parceria com o gabinete de estudos e de aconselhamento BIPE, com base num inquérito conduzido por TNS Sofres.

Fonte: Multicom

Quarta-feira, 03 Julho 2013 11:43


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor