150 milhões já viram

A Vogue não a quis para capa mas a Rolling Stone viu uma história com interesse e deu-lhe a primeira página da edição de outubro, obviamente despida. No YouTube o seu vídeo já vai com quase 150 milhões de visualizações. Como diz a revista “é um tempo interessante para ser Miley Cyrus”.

A capa da Rolling Stone é apenas mais um episódio da “transformação” da ingénua Hanna Montana num ícone pop erótico. Desde a sua performance nos MTV Video Music Awards que Miley Cyrus não tem parado de surpreender.

Depois da sua atuação nos MTV, e que levou a Vogue a recusar-lhe a capa, surgiu o vídeo “Wrecking Ball”, que já conta com quase 150 milhões de visualizações no YouTube e onde também aparece despida. É também despida, numa piscina, que aparece, numa foto a Meio corpo, na capa da Rolling Stone.

Será que todos estes episódios não passam de um plano de marketing bem montado para impulsionar as vendas do seu novo disco,Bangerz, que sairá em outubro? A Forbes não tem dúvidas e diz que não se está perante mais um caso de uma jovem celebridade que está a ficar fora de controlo.

Pelo contrário, o seu comportamento é uma parte de um plano de marketing cuidadosamente executado para transformar uma antiga estrela de crianças numa adulta antes do lançamento do seu novo disco.

briefing@briefing.pt

Terça-feira, 24 Setembro 2013 23:54


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor