Conduzir um Renault durante 72 horas?

É o desafio que a marca faz aos fãs em Portugal. Será de 31 de janeiro a 3 de fevereiro, no circuito do Estoril, e por cada volta realizada por cada automóvel a Renault doará um euro à Operação Nariz Vermelho.

Trata-se da iniciativa “72 Horas Non-Stop Renault”, apresentada como uma viagem em automóveis comuns, conduzidos por pessoas comuns, três dias em que as paragens se resumem aos reabastecimentos, às mudanças de pneus e às mudanças de condutor.

No Facebook, a marca desafia os portugueses a conduzirem os os Clio, Captur e Mégane (num total de cinco unidades em pista) que vão rodar 4.320 minutos ininterruptos no circuito.

Realizada em parceria com a Michelin, esta ação visa colocar à prova a qualidade e a fiabilidade da Renault: “O projeto das ´72 Horas Non-Stop Renault´ surge do desejo de querermos dar mais uma prova da qualidade e da fiabilidade da Renault. Os cinco anos de garantia, mas também os resultados dos vários inquéritos de fiabilidade independentes confirmam a excelência do trabalho desenvolvido pela marca. Optámos por uma ação desta natureza, não por ousadia, mas por confiança e por ir de encontro a uma estratégia de estreitamento da relação marca-cliente”, afirma, em comunicado, Xavier Martinet, administrador-delegado da Renault Portugal.

redaccaobriefing@briefing.pt

 

Quarta-feira, 22 Janeiro 2014 10:14


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor