Da comunicação aos ovos moles

Filipa Cordeiro e Maria Danigno, criadores da Casa dos Ovos Moles em Lisboa Uma era brand manager, a outra produtora de eventos. Juntaram-se num projeto de fazer crescer água na boca. Criaram a Casa dos Ovos Moles em Lisboa, uma marca portuguesa de gema. Uma marca que materializa a essência de Filipa Cordeiro e Maria Danigno como brand creatores, mas que, acima de tudo, é uma aposta no bem-fazer português.

Briefing | O que as levou a enveredar por esta área de negócio?

Filipa Cordeiro e Maria Dagnino | A procura da portugalidade, do património identitário do país. E a doçaria é, sem dúvida alguma, uma das principais riquezas nacionais.

Identificámos a oportunidade de desenvolver um mercado regional que é a nossa glória doceira – a Doçaria Conventual Portuguesa – trazendo para Lisboa, montra do país, uma mostra do bem-fazer secular português e uma doce história com mais de 500 anos.

Para além disso, porque a culinária é uma das nossas grandes paixões – sobretudo os doces –, a decisão de enveredar nesta aventura surge como algo quase natural.

Briefing | Porquê os Ovos Moles?

FC e MD | Porque os Ovos Moles de Aveiro são o nosso “aí jesus”, a nossa bandeira. Já dizia o Cancioneiro da região de Aveiro que “ovos moles são maravilhas que seduzem toda a gente…”

São um dos doces mais apreciados cá dentro – os portugueses colocam esta delícia no Top 10 das coisas que valem a pena em Portugal. E são um dos doces com maior notoriedade lá fora.

É o próprio Eça de Queiroz que na sua obra “Os Maias” faz referência a esta delícia tão apreciada além-fronteiras – “Pois não é verdade, Carlos, que é uma delícia, até conhecido lá fora?”. Temos também o exemplo de Jô Soares que no seu livro “As Esganadas” presta homenagem aos Ovos Moles de Aveiro, afirmando mesmo que são uns dos seus doces favoritos.
Por tudo isso já era tempo de um doce com 500 anos de história ser recebido com honras divinas. O “produto celestial” desce assim até à capital, ponto de passagem obrigatório para o pôr nas bocas do mundo e conquista um lugar de destaque na nossa Casa.

Foi com essa vontade que celebrámos um protocolo com a Associação dos Produtores dos Ovos Moles de Aveiro (APOMA), assumindo-se a Casa dos Ovos Moles em Lisboa como fiel representante de um doce que de tão fiel às suas origens, foi o primeiro a receber a certificação de Indicação Geográfica Protegida (IGP).

Briefing | Quais são as metas em termos de negócio?

FC e MD | Pôr nas bocas do mundo o melhor da Doçaria Conventual Portuguesa. Queremos conquistar a preferência dos portugueses e desenvolver a notoriedade junto dos turistas.

É também nosso objetivo distinguir a arte de confeção da doçaria conventual portuguesa. A origem e a artesanía destas receitas seculares merecem um lugar de destaque.

Passando de geração em geração, as receitas continuam nos dias de hoje a misturar-se com a mesma justeza de mãos com que dominicanas, franciscanas e carmelitas as fizeram até ao século XIX. É esta arte, que faz parte da nossa cultura e do nosso bem-fazer, que pretendemos promover.

É nesse sentido que, para devotos e curiosos, na Casa dos Ovos Moles em Lisboa não vão faltar histórias seculares para contar e workshops para demonstrar que estes doces não se fazem por milagre.

Briefing | Quais os atributos da marca “Casa dos Ovos Moles em Lisboa”?

FC e MD | É uma portuguesa de gema e tricana na sua essência, apregoa com orgulho a nossa riqueza. É por natureza uma contadora de histórias. Tendo sabores com mais de 500 anos, são muitas as memórias e segredos para contar…

Briefing | De que modo é que a profissão – uma brand manager e uma produtora de eventos – se reflete nesta marca?

FC e MD | A marca reflete-nos enquanto Brand Creators. É o resultado da cultura e experiência que adquirimos e que vivemos com paixão. Mas mais do que um reflexo da nossa profissão, esta marca materializa a vontade de construir um projeto nosso ligado à portugalidade.

Sendo verdadeiramente um desafio recriar um conceito tradicional sem cair no erro de lhe retirar a sua essência, acreditamos que a marca Casa dos Ovos Moles em Lisboa reflete, mais do que nossa profissão, a nossa vontade de cultivar as tradições e o bem-fazer português.

fs@briefing.pt

Quarta-feira, 05 Fevereiro 2014 13:04


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor