Um rastreio pode salvar a sua vida

A Liga Portuguesa Contra o Cancro, com o apoio da Sociedade Portuguesa de Ginecologia e da Roche, lança uma campanha multimeios de alerta ao cancro do colo do útero, assinada pela Guess What e Addmore. O objetivo é sensibilizar as mulheres portugueses a realizar um teste de rastreio e assim reduzir o risco da doença.

Sobre a iniciativa, Fernanda Águas, presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, refere que “as mulheres entre os 25 e os 65 anos representam o grupo de maior risco para o desenvolvimento do cancro do colo do útero” e que esta campanha pretende “alertar para a importância dessa vigilância” com consultas médicas e rastreios periódicos.

A campanha será divulgada através de mil mupis espalhados pelo país, e anúncios na imprensa, rádio, TV e digital, que têm como protagonistas uma esposa, uma mãe e uma filha. Serão ainda distribuídos 250 mil folhetos nas principais avenidas de Lisboa, Porto e Coimbra, nos hospitais, unidades de saúde e cabeleireiros.

Também os alunos da Universidade Lusófona quiseram contribuir para este projeto, tendo para isso realizado um vídeo de sensibilização, que conta com a participação de personalidades femininas como as apresentadoras Fátima Lopes, Rita Ferro Rodrigues, Sílvia Alberto e Iva Domingues, a atriz Helena Isabel, a cantora e bailarina Blaya, a locutora Carla Rocha e ainda a astróloga Maya.

briefing@briefing.pt 

Quinta-feira, 28 Maio 2015 12:12


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor