Público admite novo despedimento coletivo

Depois do anúncio da restruturação nos jornais Sol e i, também o diário Público vai sofrer alterações, com a administração a abrir um programa de rescisões voluntárias e a anunciar medidas de contenção de custos como fim da revista de domingo.

Um comunicado enviado aos trabalhadores dá conta de que o processo de rescisões está aberto até 6 de janeiro, não se adiantando, contudo, quantas pessoas serão abrangidas. A administração admite avançar com um despedimento coletivo caso as medidas agora decididas não atinjam “dimensão adequada às necessidades de restruturação”.

Em 2012, o jornal procedeu ao despedimento coletivo de 48 trabalhadores, com o objetivo de poupar 3,5 milhões de euros por ano. Desta vez, a empresa não adianta qual o montante da redução de custos pretendido.

briefing@briefing.pt

Sexta-feira, 11 Dezembro 2015 11:23


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor