SEAT Ateca inspira Solid Dogma

Para assinalar o lançamento do SEAT Ateca, em Portugal, a MediaCom desafiou a SEAT a juntar-se à Solid Dogma e fazer do novo SUV o protagonista de uma obra artística. Com a figura de um pescador, pretende ser uma homenagem da agência e da marca a Cascais.

Exposta no Bairro dos Museus de Cascais, na via pública, frente ao Centro Cultural desta vila, a obra representa a imagem de um pescador, e tem assinatura de Pedro Pires e Alexandre Farto, mais conhecido por Vhils.

Explica a MediaCom, em comunicado, que “através do claim ‘Mude o seu ponto de vista’, da SEAT (já utilizado noutras peças da campanha de lançamento), surgiu a ideia para esta ação, que cria um novo ponto de vista na forma de fazer arte, sendo a primeira vez que a técnica de explosão vertical é utilizada”.

Tudo começa com um filme em que é feita uma “viagem” por Cascais, em que a atriz Sara Matos conduz o novo SUV. “A cidade, o mar e a montanha são percursos obrigatórios para o SEAT Ateca, num vídeo que culmina com a criação desta obra inédita de homenagem a Cascais e ao seu emblemático mar, através da imagem de um pescador”, refere a marca em comunicado.

Sobre a criatividade, diz o diretor criativo da Solid Dogma, Pedro Pires, que “são sempre trabalhos desafiantes e únicos”. “Desde a criação do conceito, da pesquisa da imagem certa até à sua concretização. Acresce que nesta obra utilizámos uma técnica inédita”, afirma. 

“De forma muito feliz conjugaram-se vários fatores para a realização deste mega projeto: querermos marcar o lançamento do primeiro SUV da SEAT, a oportunidade fantástica de criar esta obra da autoria de uma dupla de prestígio e o facto de sermos patrocinadores das Festas do Mar em Cascais”, refere a diretora de Marketing e Comunicação da SEAT Portugal, Teresa Lameiras.

Para apresentar esta obra, a SEAT tem em vista uma série de conteúdos digitais, que começam agora a ser partilhados nas propriedades da marca e amplificados através de uma campanha digital, também desenhada e gerida pela MediaCom, e que possibilitam a visualização da peça de um outro ponto de vista.

briefing@briefing.pt

 

Quinta-feira, 21 Julho 2016 12:06


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor