Microsoft volta a cantar para a Apple. Mas não é pela paz

No Natal passado, a Microsoft dedicou uma música de tréguas aos trabalhadores da Apple Store, em Nova Iorque. Agora volta a apostar na estratégia musical, mas em vez de procurar a paz, decidiu provocar o concorrente na promoção do novo Surface Pro 4.

Com criatividade da M:United/McCann e realizada por Daniel Warwick, o conjunto de três anúncios compara as características do Surface Pro 4 da Microsoft com o Macbook Air da Apple, afirmando que o primeiro equipamento é melhor.

No primeiro vídeo lançado a Microsoft comparou as assistentes virtuais Cortana e Siri; no segundo afirma que o Mac “é mais inútil que um chapéu num gato” e o mais recente reitera que o Surface Pro tem mais funcionalidades, tal como os utilizadores. Tudo isto é dito numa canção interpretada por dois músicos.

A ideia da multinacional tecnológica foi apostar num tom mais humorístico para apresentar as funcionalidades do Surface Pro 4, como o teclado removível e a possibilidade de escrever no ecrã com uma caneta especial, ao invés de um tradicional vídeo de demonstração.

briefing@briefing.pt 

Terça-feira, 30 Agosto 2016 12:24


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor