O futuro da GBSO? Passa pelo online

Em tempo de confinamento, o reforço do online revelou-se vital para o desenvolvimento da atividade, afirma a  sócia e marketing manager da GBSO, Rita Palma, para quem a pandemia veio acelerar tendências que já se sentiam, como privilegiar a qualidade à quantidade, boa relação qualidade/preço e valorização de produtos envolvendo responsabilidade social.

 

“A pandemia, e, sobretudo, o confinamento, apanhou-nos a todos desprevenidos. No início do ano, tínhamos planos para as marcas envolvendo a participação em eventos, patrocínios e ações especiais nos clientes, mas tudo isso foi suspenso, adiado ou cancelado”, recorda, salientando que o digital assumiu então uma importância maior do que tinha já. “A estratégia das nossas marcas sempre privilegiou o online, que foi ainda reforçado. Numa semana mudámos e adaptámos os nossos planos à nova realidade, privilegiando a criação de conteúdos para o online, campanhas digitais e ações de trade online”, especifica. Por outro lado, prossegue, “privilegiámos e reforçámos as ações de responsabilidade social, nomeadamente no âmbito da pandemia, como a oferta de produtos de hidratação para os hospitais e pessoal médico”.   

Neste contexto e sobre a estratégia adotada para continuar a proporcionar valor acrescentado às marcas parceiras, Rita Palma esclarece que foi necessário reinventar o plano de marketing, adaptando-o à nova realidade e às necessidades do cliente e consumidor final. “Foram realizadas promoções envolvendo bens de primeira necessidade, introduzidos bens de procura elevada (álcool gel, sabonetes, hidratantes) e desenvolvida comunicação diária relevante com o consumidor através das redes socais, criando conteúdos pertinentes e úteis”, afirma. Quanto à vida/experiência da empresa poder constituir uma mais-valia para enfrentar a pandemia, Rita Palma declara que a empresa, em si, tem apenas cinco anos de existência, mas conta com uma equipa muito experiente, que trabalha o mercado da grande distribuição no setor da cosmética e higiene pessoal há mais de 15 anos. “A experiência permite uma relativização das coisas. Juntos passámos por muitas crises e soubemos sempre reinventar-nos e aproveitar as oportunidades que vêm ao de cima nestes períodos conturbados. O espírito de equipa, a resiliência, a flexibilidade e a criatividade são os grandes trunfos”, frisa a marketing manager da GBSO.

No que diz respeito a inovação, com o objetivo de responder a um consumidor cada vez mais informado e exigente, Rita Palma sublinha que, em 2020, a Soft & Co disparou em termos de vendas, assumindo-se com uma verdadeira marca para o consumidor português (e não apenas alguns produtos). “A Soft & Co passou a ser reconhecida pelo consumidor como uma marca portuguesa, com excelente relação qualidade/preço, muito simples e descomplexada, que cumpre o que promete”, refere. Diz, também, que o maior desafio registado este ano teve a ver com a produção e com os stocks associados à elevada procura.  A marca não só triplicou as vendas, como os problemas logísticos registados em toda a Europa (falta de componentes, atrasos nos transportes internacionais) prejudicaram a sua cadeia de produção. Neste âmbito, Rita Palma recorda igualmente: “No meio da pandemia, em abril e maio, lançámos três novos produtos (sabonete sólido de glicerina, creme hidratante de 500ml e creme gordo de 200ml), que são já verdadeiros sucessos no mercado”.

Já no que se refere à marca Jordan, declara: “Como sempre, a nossa marca de higiene oral Jordan tem associado um plano ambicioso de inovações, sobretudo nos seus eixos mais importantes, como a linha de criança e a nova gama green clean, sustentável, com acessórios e packaging de plástico reciclado e ingredientes naturais”. Além desses dois eixos, prossegue, haverá ainda novidades no segmento de adulto tradicional, sempre com grande preocupação com a eficácia, mas também com o design e funcionalidade, não fosse a marca de origem escandinava.

 

briefing@briefing.pt

 

Sexta-feira, 27 Novembro 2020 11:59


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor