A Minô adormece as crianças

Há uma nova marca 100% portuguesa de sacos-cama. Chama-se Minô e foi criada por uma mãe e educadora de infância, que pretende combater as noites e sestas mal dormidas dos mais pequenos, dos 0 aos 6 anos. O objetivo é criar novas rotinas e arranjar ferramentas que permitam facilitar a hora de dormir e melhorar a qualidade do sono.

Os sacos cama Minô foram criados para permitir que as “crianças fiquem tapadas e quentes”. São compostos por 100% algodão, têm um resguardo impermeável que, em caso de “acidente”, é a única peça que precisa de ser lavada, sendo, assim, mais amigos do ambiente.

Aliado ao conforto, a Minô oferece um “sentido de segurança” para as crianças e para os pais, uma vez que os produtos apresentam múltiplas utilizações em diferentes tipos de cama (de grades, de viagem e crates das escolas), e são de “prática aplicação e de fácil transporte”, segundo a marca.

Para a criadora da Minô, Filipa Cortez, a sua experiência pessoal e profissional foi fundamental para o nascimento da marca. “Como educadora de infância e mãe, percebi no decorrer da minha experiência profissional que um produto como este potenciaria um sono mais tranquilo e uma redução do trabalho e até de despesas para as escolas. A verdade é que confirmei que um dos pilares mais importantes do sono dos nossos filhos é a autonomia, a proteção e o conforto”, diz. 

 

briefing@briefing.pt

Terça-feira, 19 Outubro 2021 10:19


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor