Há reposicionamento na Vodafone FM

A Vodafone FM tem, a partir desta quarta-feira, um reposicionamento “mais jovem e abrangente”, com música composta por R&B, indie pop, soft hip-hop e soul. A campanha de meios que dá a conhecer esta “nova roupagem musical” arranca nos canais digitais e com múpis em Lisboa e no Porto.

Com dez anos de existência, a rádio vai manter a aposta numa oferta de “rádio de qualidade integrada num cluster alternativo”, mas, agora, dando resposta às novas tendências e abrindo o leque musical para sonoridades “mais urbanas, mais jovens e com gostos mais diversificados e contemporâneos”.

A aposta na divulgação da música nacional mantém-se, tal como refletem os artistas que protagonizam a campanha de reposicionamento da rádio, entre eles: Richie Campbell, Dino d’Santiago, Mayra Andrade, Julinho KSD e Ivandro.

Para o diretor de Programas da Vodafone FM, Manuel Cabral, o reposicionamento da Vodafone FM permite uma especialização num cluster mais distintivo e simultaneamente num auditório mais extenso. “É a transformação mais significativa que a estação está a implementar, sempre com o objetivo de continuar a ser uma rádio alternativa no mainstream musical. A Vodafone FM conta com a expertise da Media Capital Rádios na aposta num novo formato inédito em Portugal e na procura de novidades musicais, assim como no acompanhamento de novas tendências. Manteremos o código genético da Vodafone FM na divulgação de novos artistas e continuaremos a ser um dos players mais fortes do setor”, afirma.

briefing@briefing.pt 

Quarta-feira, 10 Novembro 2021 17:13


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor