O Dia da Mulher do UBBO é sem floreados

“Um Dia da Mulher sem floreados” foi o mote da ação do UBBO, realizada no âmbito da efeméride celebrada esta terça-feira, que transformou o ato de oferecer flores às mulheres numa conversa sobre (des)igualdade de género. O centro comercial teve uma banca de rosas, criada pela agência FunnyHow, com mensagens alusivas ao tema.

Oferecer flores no Dia Internacional da Mulher é um clássico, mas a data simboliza a luta das mulheres pela igualdade de género, a qual não deve ser reduzida a presentes. O UBBO montou uma banca de rosas, que continham etiquetas com frases que marcam situações vividas diariamente pelas mulheres. Quem conhecesse uma mulher que nunca foi assediada, que tenha o salário equiparado com o do homem para a mesma função profissional ou que nunca sentiu medo de andar sozinha na rua, poderia levar, gratuitamente, uma rosa a presentear.

“As rosas que permaneceram sem donas na banca montada no UBBO evidenciam que a luta pela desigualdade de género não tem sido um mar de rosas. E, pela primeira vez num centro comercial, houve mais conversa sobre a desigualdade do que flores oferecidas”, afirma o UBBO.

A intenção da ação é mostrar que a mudança na sociedade pode começar a partir de uma rosa e de uma conversa. A idealização, criação e produção do filme da ação, que pode ser visto nas redes sociais do UBBO, tem a assinatura da FunnyHow.

briefing@briefing.pt

Terça-feira, 08 Março 2022 10:30


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor