Gran Cruz fica Granvinhos

O grupo Gran Cruz passa agora a denominar-se Granvinhos. Esta decisão decorre de um processo de fusão por incorporação das empresas C. da Silva e Companhia União dos Vinhos do Porto e Madeira no grupo.

Esta fusão advém de uma estratégia de racionalização e crescimento e, na sequência deste processo, todas as atividades de produção e de comercialização de vinhos, bem como de distribuição das bebidas espirituosas da La Martiniquaise em Portugal, passam a estar concentradas no grupo Granvinhos.

A alteração da denominação não afeta individualmente as designações comerciais das marcas já existentes, ou seja, Porto Cruz, Porto Dalva, Porto Presidential e C. da Silva mantêm os seus nomes nos mercados.

Além desta, há outras novidades. A Granvinhos passou também a deter o controlo acionista da empresa Vicente Faria Vinhos, S.A., através da aquisição de 60% do capital social da sociedade. Adquiriu também as Caves Borlido, a marca tradicional portuguesa Albergaria.

Há, ainda, o objetivo de construir uma adega mais “moderna, eficiente e sustentável”, na Quinta do Cedro, localizado no Rodo, no Peso da Régua. O projeto pretende dar resposta ao “referencial de sustentabilidade ambiental, económico e social, com que a empresa se quer comprometer”.

briefing@briefing.pt 

Quinta-feira, 12 Janeiro 2023 11:52


PUB

PUB

2050.Briefing

À Escolha do Consumidor