Branded Content

Orgânica e inovadora: o eixo de diferenciação da SO BIO ETIC

A procura de produtos sustentáveis e orgânicos é uma tendência crescente: começou na alimentação e tem vindo a estender-se à cosmética. Portugal não é excepção, embora neste campo seja ainda um mercado de nicho. Mas com potencial, colocando um desafio às marcas: o de se adaptarem e adoptarem novas formas de produção. É o que faz a SO BIO ETIC, que viu a inovação da sua gama anti-envelhecimento reconhecida com o selo Produto do Ano 2020.

quarta-feira, 01 abril 2020 10:12
Orgânica e inovadora: o eixo de diferenciação da SO BIO ETIC

 

Face ao aumento de ofertas com o rótulo “natural”, o consumidor pode ter alguma dificuldade em distinguir os produtos, pelo que importa clarificar conceitos. Assim, são cosméticos orgânicos certificados aqueles em que mais de 95% dos ingredientes são de origem natural, cujos conservantes são autorizados pela Cosmebio (Associação Profissional para Cosméticos Orgânicos) e cujas fragrâncias são de origem natural. Além disso, na sua composição não entram parabenos, sulfatos, PEG, nanopartículas, MIT ou MCIT. E 20% dos ingredientes têm de ter origem em cultura biológica – e é só 20% porque grande parte da fórmula de um cosmético em creme é água (60 a 80%), que não é considerada de origem natural porque não é proveniente de plantas.

Estes são requisitos que a SO BIO ETIC cumpre, enquanto marca do laboratório Lea Natur, o maior produtor de cosméticos orgânicos em França e dos mais importantes do mundo. Desde há cerca de 25 anos que tem investido nesta área, melhorando formulações e encaminhando grande parte da sua facturação para a pesquisa e desenvolvimento. Desta forma corresponde a um consumidor que, cada vez mais, pretende utilizar produtos funcionais, mas seguros, que salvaguardem a sua saúde e bem-estar. Ao mesmo tempo, a ambição é que estes produtos estejam disponíveis para todos a um preço muito acessível e com uma distribuição alargada.

Em Portugal, onde se assiste a uma procura crescente por estes produtos, a marca lançou duas gamas de rosto: uma linha de Aloe Vera, para peles sensíveis e reactivas, e uma linha de argão anti-envelhecimento. Foi esta que recebeu o prémio de Produto do ano 2020 em Cosmética Bio.

 

Orgânica e inovadora: o eixo de diferenciação da SO BIO ETIC

Trata-se de uma linha completa de anti-envelhecimento, regenerando e nutrindo a pele contra os sinais de envelhecimento. As ceramidas do óleo de argão são combinadas com ácido hialurónico para um cuidado efectivo da pele. Com esse objectivo é composta por: água micelar, óleo de limpeza de rosto para limpeza profunda, creme de dia, gel de noite e sérum.

Além da eficácia cosmética, esta é uma linha com preocupações de sustentabilidade, na medida em que todas as embalagens são recicláveis, usando materiais bio-degradáveis. Além disso, 1% de todas as vendas da marca reverte para a organização “1% for the planet”, que, por sua vez, canaliza os fundos para associações ambientais em todo o mundo.

A sustentabilidade é uma das manifestações de um compromisso maior, ao abrigo do qual todos os produtos são de produção ética. De tal forma que a marca adoptou, recentemente, um novo claim – “Beleza orgânica ética”.

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing