Cockburn’s dá cor ao Natal com caixa inspirada em arte urbana

Das paredes para uma nova caixa de Porto Vintage. A Cockburn’s – reconhecida casa de vinho do Porto, propriedade da Symington Family Estates – acaba de apresentar um *pack* de duas garrafas, Porto Vintage 2007 e Quinta dos Canais Vintage do mesmo ano, criado em parceria com Paula P. Rezende, artista brasileira que venceu a edição da Street Art Competiton do ano passado. O evento, que é organizado pela Cockburn’s e conta já com três edições, é uma aposta de aproximação da marca à arte urbana, materializando-se agora numa caixa exclusiva. Há apenas 500 *packs *disponíveis, à venda nas Caves da marca.

A escolha do Vintage 2007 e do Quinta dos Canais Vintage 2007 para acompanhar este lançamento não foi aleatória. Impressionados com a qualidade dos vinhos da Quinta dos Canais – casa da Cockburn’s na região do Douro –, os enólogos da Symington seguiram os seus instintos e, ao contrário de o que é considerado normal, produziram, naquele ano, um Porto Vintage criado unicamente a partir daquela propriedade, além do Vintage clássico. Após alguns anos de amadurecimento nas caves, o par é agora apresentado numa caixa de edição limitada. Guardar ou consumir já? A Cockburn’s convida cada um a seguir os seus instintos.

Durante o processo de desenvolvimento da caixa, que durou aproximadamente dois meses, Paula P. Rezende (@paulaprezende no Instagram) encontrou inspiração no mural que lhe deu a vitória na competição promovida pela marca. A artista refere que “a vitória na Street Art Competition abriu portas para oportunidades de *networking* e divulgação, ajudando imenso na minha jornada artística em Portugal.” E acrescenta: “Iniciativas como esta não só celebram a arte, a cultura e a criatividade, como proporcionam aos artistas plataformas únicas para expressarem as suas ideias. A Cockburn’s tem vindo a criar um ambiente dinâmico, que mistura arte, cultura e envolvimento com público.”

*Vinho do Porto pode (e deve) ser sinónimo de descontração*
Sem esquecer a tradição, mas fazendo jus à arte de ser diferente – característica presente no ADN da marca –, a Cockburn’s tem vindo a estabelecer uma ponte entre o vinho do Porto e a arte urbana. A terceira edição da Street Art Competition teve lugar no final do mês de setembro, tendo reunido nove artistas que desenvolveram, cada um, um mural, com o intuito de potenciar a criatividade e o desenvolvimento artístico em torno do legado do vinho do Porto. O painel de jurados – que integrou Paula P. Rezende – elegeu, como vencedor, Gavin Renshaw (Tea One). Recorde-se ainda que, em junho, a Cockburn’s prestou homenagem aos tanoeiros, desvendando um mural, criado pelo projeto Ruído, junto à Garrafeira do Carmo, na baixa do Porto.

Andrew May, gestor da marca, destaca a relevância de “promover a cultura e a criatividade, e de mostrar aos nossos consumidores e ao público em geral que o vinho do Porto não é, necessariamente, uma bebida tradicional, podendo ser desfrutado (e comunicado) com descontração.” Ainda de acordo com o responsável, “esta é uma prenda que a Cockburn’s dá agora aos seus consumidores, apresentando-se assim como uma sugestão para esta quadra natalícia. Queremos incentivar a tradição de oferecer Vinho do Porto, potenciando a partilha de um produto de qualidade e de culto, mas com uma imagem muito atual e apelativa.” O responsável expressa, ainda, o desejo de continuar a colaborar, no futuro, com os participantes do concurso organizado anualmente pela Cockburn’s.

Quarta-feira, 22 Novembro 2023 14:43


PUB