José Neves assume direção executiva da Fundação

José Neves assume a direção executiva da Fundação, agradece o trabalho realizado pelo presidente executivo cessante, Carlos Oliveira, e anuncia que a Fundação vai continuar o seu trabalho.
Carlos Oliveira considera que “a Fundação José Neves ganhou o seu lugar na sociedade e na vida dos portugueses”.Mensagem de José Neves

“Anuncio que os destinos e a gestão da Fundação José Neves passam a ser diretamente assumidos por mim, e que esta vai continuar a contribuir para transformar Portugal numa sociedade do conhecimento e a desenvolver o potencial humano dos portugueses.
Reconheço publicamente o desempenho de Carlos Oliveira, enquanto presidente executivo cessante da Fundação que instituí. Foram seis anos em que o Carlos Oliveira se dedicou a ajudar-me a concretizar este projeto.
O Carlos Oliveira foi fundamental desde o primeiro momento em que decidi criar a Fundação. A sua visão e determinação extraordinárias revelaram-se fulcrais para o sucesso da FJN e dos programas desenvolvidos.
A Fundação José Neves é hoje uma realidade credível e que promove com eficiência a elevação do capital humano em Portugal.
Obrigado Carlos Oliveira.”

Mensagem de Carlos Oliveira
“Há quase seis anos, tive a honra de receber o convite de José Neves para integrar a sua fundação e mais tarde assumir a Presidência Executiva da mesma, um desafio que aceitei após concluir um ciclo de cinco anos em Braga, que resultou na criação e dinamização da InvestBraga, da Startup Braga e da requalificação do atual Altice Forum Braga, e de ter participado na criação do Conselho Europeu de Inovação como membro do Board na Comissão Europeia.
O objetivo da Fundação José Neves é muito claro desde o seu início: contribuir para transformar Portugal numa sociedade do conhecimento e desenvolver o potencial humano dos portugueses.
Hoje, é com orgulho que vejo que a Fundação José Neves ganhou o seu lugar na sociedade e na vida dos portugueses, com uma visão diferenciada e pragmática. Uma fundação com valor acrescentado e impacto para o país.
Nos últimos quase seis anos, tive o privilégio de desenvolver e liderar um conjunto de programas e iniciativas para benefício da nossa sociedade, dos quais são exemplos mais evidentes as bolsas ISA FJN, o relatório “Estado da Nação sobre a Educação, o
Emprego e as Competências”, a plataforma Brighter Future, a aplicação de desenvolvimento pessoal 29K FJN e, mais recentemente, o “Pacto Mais e Melhores Empregos para os Jovens”.
O programa de bolsas ISA FJN, que conta desde outubro de 2023 com a parceria da Fundação Galp, já permitiu que mais de 420 portugueses pudessem aumentar ou requalificar as suas competências. O investimento em propinas é superior a 3 milhões de euros.
O relatório “Estado da Nação” é já um documento aguardado pela sociedade portuguesa e um dos pontos altos da atividade da Fundação, apresentando anualmente a situação do país nos domínios da Educação, Emprego e Competências, e promovendo a sua discussão pública.
A plataforma Brighter Future é a maior base de conhecimento sobre Educação, Empregabilidade e Competências em Portugal, ao permitir comparar e relacionar informações sobre cerca de 4.500 cursos e formações, mais de 1.800 profissões e mais de 1.800 competências relevantes.
Por sua vez, a aplicação de desenvolvimento pessoal 29k FJN impacta cada vez mais portugueses, contando com mais de 77 mil utilizadores registados, que procuram nesta ferramenta promover o seu bem-estar e saúde mental.
Por último, o “Pacto Mais e Melhores Empregos para os Jovens”, lançado em janeiro de 2023 com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República e em parceria com o Governo, através da Secretaria de Estado do Trabalho. Junta 101 empresas portuguesas com um volume de negócios de 76.000 milhões de euros e que dão emprego a cerca de 260.000 pessoas, que se comprometem, até 2026, a promover uma aposta efetiva nos jovens e a operar uma mudança real no atual contexto de vulnerabilidade associado ao emprego dos jovens.
Concluído este ciclo, entendo que é tempo de partir para outros desafios e abrir a porta a novos projetos, na certeza de que a Fundação José Neves está pronta para continuar a executar os objetivos definidos por José Neves, a sua missão e propósito.
Foi um privilégio poder fazer parte deste projeto. Agradeço ao José Neves a confiança que depositou em mim ao atribuir-me esta responsabilidade, à equipa que me acompanhou durante este trajeto e a todos os parceiros, públicos e privados, que reconheceram a importância do trabalho da Fundação José Neves e não hesitaram em juntar-se aos diferentes programas e iniciativas.”

Segunda-feira, 26 Fevereiro 2024 10:05


PUB