Love Open Call: o MAAT e Joana Vasconcelos celebram o Dia dos Namorados

Até 15 de fevereiro, o MAAT promove o passatempo Love Open Call que vai premiar a melhor fotografia de amor junto à obra Solitário (2018) da artista Joana Vasconcelos, no exterior do MAAT Gallery. No mês em que se celebra o amor, o museu convida todas as pessoas com conta de Instagram a participarem neste desafio de criatividade, habilitando-se a ganhar uma obra de Joana Vasconcelos e um Cartão MAAT.

Os participantes devem tirar uma fotografia junto à obra Solitário de Joana Vasconcelos, no exterior do MAAT, e publicá-la na sua conta de Instagram, entre 5 e 15 de fevereiro com o #MAATLoveOpenCall e menção a @maatmuseum e @joanavasconcelosatelier. Estas fotografias ficam habilitadas a participarem numa mostra digital no MAAT e a receberem a obra Cupido (2024) da autoria de Joana Vasconcelos, e o Cartão MAAT (válido por um ano), entregues numa cerimónia pública no MAAT. Cupido é uma criação de Joana Vasconcelos a partir de uma rã em faiança de Rafael Bordalo Pinheiro, coberta com croché tradicional da ilha do Pico nos Açores.

Os participantes deverão tirar uma fotografia que capte a obra Solitário e presença humana protagonizando uma relação romântica. As fotografias podem ser captadas com um telefone ou com uma câmara fotográfica digital.

*Seleção de finalistas e vencedor:*
Numa primeira fase, serão selecionadas 10 fotografias, ou seja, 10 participantes finalistas. Os 10 finalistas selecionados serão anunciados no dia 16 de fevereiro, através do perfil de Instagram do MAAT. O MAAT fará um post com o anúncio dos 10 finalistas, taggando as contas correspondentes. As 10 fotografias finalistas farão parte de uma mostra digital nas instalações do MAAT entre o período de 16 de fevereiro de 2024 a 22 de fevereiro de 2024.
Das 10 fotografias finalistas, o júri selecionará a fotografia vencedora, de acordo com os seguintes critérios: 50% – qualidade técnica e composição; 50% – criatividade, originalidade e adequação ao tema do Passatempo.
O regulamento na íntegra poderá ser consultado no site do MAAT.

*Premiação:*
As 10 fotografias selecionadas pelo júri, participarão numa mostra digital pop-up de uma semana (16 a 22 fevereiro) no MAAT.
A fotografia mais inspiradora das 10 finalistas (em feed), será selecionada como “fotografia vencedora” e premiada com a obra Cupido (2024) e o Cartão MAAT (válido por um ano), entregues numa cerimónia pública no MAAT.
O júri será constituído por Joana Vasconcelos, Rita Romão (Diretora de Marketing, Projetos e Parceiras da Fundação EDP), Graça Fonseca (professora e empresária) e Luís Osório (escritor e jornalista). O vencedor será anunciado no dia 22 de fevereiro, numa cerimónia pública no MAAT.

Nesta ocasião, será também lançado o catálogo da exposição Plug-in de Joana Vasconcelos, que inclui textos de João Pinharanda, Valter Hugo Mãe e Jorge Lima Barreto.

Sobre Solitário, escreveu o curador da exposição João Pinharanda: «Um conjunto de 110 jantes de automóvel e de 1449 copos de whisky compõem este gigantesco anel. A ostentação simbólica dessa jóia tão especial (as jantes são de um carro de luxo e os copos servem uma bebida com significativo status social) resume todo um programa individual (a posse de um anel precioso) que também é um programa de ostentação público de riqueza. Colocado no exterior do museu, frente ao Tejo, este anel pode assumir um novo papel: o de uma aliança entre a artista e os seus públicos. De noite, pela iluminação que dele emana, esse papel de atracção/ligação parece poder acentuar-se.»

A exposição Plug-in de Joana Vasconcelos está patente até 8 de abril.

Quarta-feira, 07 Fevereiro 2024 11:29


PUB