Comunicação

CAEM diz que críticas à GfK são injustas

CAEM diz que críticas à Gfk são injustas
O presidente da Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM), Luís Marques, afirmou na sexta-feira que as apreciações que têm sido feitas em relação ao trabalho da GfK na medição das audiências "têm sido injustas" e revelou que a Marktest registou 53 situações de audiência zero, em vários canais, nos meses de janeiro e fevereiro.

sexta-feira, 09 março 2012 14:58

Luís Marques, que falava numa conferência de imprensa de balanço do novo sistema de mediação de audiências, desdramatizou as críticas ao método da GfK e que está a ser usado desde o início do mês. Disse que todos os associados da CAEM validaram a entrada em funcionamento do painel da GfK.

"Os meios achavam que deveria entrar a 2 de abril, as agências a 19 de março. Mas no final de fevereiro, a CAEM foi informada pela Marktest, recém comprada pela Kantar Media, que não poderia manter o painel ativo a partir de março. Tentámos negociar a manutenção do painel anterior por mais oito ou 15 dias mas as nossas solicitações obtiveram a mesma resposta. Na posse dessa informação, a CAEM informou os associados de que não haveria alternativa, não havia outro painel", disse Luís Marques citado no site do Diário Económico.

Para Luís Marques os dados da GfK "revelaram um aumento do consumo de televisão, em cerca de 200 mil pessoas. E isso é positivo para todo o mercado. É expectável que a curto prazo tenhamos uma situação mais estável, e estas situações de erro corrigidas".

Fonte: Diário Económico

terça-feira, 13 março 2012 16:14

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing