Comunicação

E se houver uma crise nas redes sociais?

E se houver uma crise nas redes sociais?

As empresas portuguesas reconhecem a importância do digital, mas não estão preparadas para gerir uma crise desencadeada nas redes sociais. E mesmo as que têm um plano seguem normas internacionais, sem adaptação à realidade nacional. A conclusão é do estudo “As empresas e as crises nas redes sociais”, conduzido pela Spirituc – Investigação Aplicada e pela Guess What.

segunda, 29 outubro 2012 11:14

De acordo com o estudo, que é hoje apresentado em Lisboa, mais de 70 por cento das empresas nacionais não tem qualquer plano para gerir crises nas novas plataformas, ainda que praticamente a mesma percentagem – 71,7 por cento – lhes reconheça importância. E das 28,2 por cento que estão munidas de um plano de crise, a maioria – 53,3 por cento – recorre a guidelines internacionais e não a medidas desenhadas à medida da realidade local.

São dados que contrastam com a atitude das organizações face aos media tradicionais, já que 64 por cento das empresas possui um modelo de ação para lidar com eventuais problemas na imprensa, por exemplo. Um valor que cresce nas empresas cotadas em bolsa, com 91,7 por cento a possuírem um plano orientado para a comunicação social mais convencional. Em relação à social media, só 33,3 por cento das empresas do PSI 20 delineou previamente um modelo de atuação.

Os números são confirmados pelas opiniões, já que metade das empresas inquiridas se disse pouco ou nada preparada para lidar com situações de crise de elevada escala nas redes sociais.

São estas questões que estão hoje em discussão no Fórum APCE 2012. Um tema escolhido – segundo o presidente da Associação Portuguesa Comunicação de Empresa, Mário Branco – dado o desafio que se coloca na relação entre empresas e redes sociais: é que, muito embora os benefícios das redes sociais sejam enormes, é necessário adotar uma atitude preventiva no que respeita à gestão de risco.

Fonte: Guess What

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing