Comunicação

BES Crowdfunding financia projeto no hospital D. Estefânia

BES Crowdfunding financia projeto no hospital D. Estefânia

O Hospital Dona Estefânia é a primeira instituição a ter um projeto totalmente financiado através da plataforma BES Crowdfunding, informa o banco em comunicado.

quarta-feira, 19 dezembro 2012 11:04


Quase 200 pessoas responderam ao apelo e contribuíram com os 1661 euros, em apenas 34 dias, para a aquisição de uma bomba infusora para apoio domiciliário e nutrição de crianças que, devido a doença, não conseguem alimentar-se de forma autónoma. O BES assegurou os últimos 10 por cento do financiamento necessário.

Segundo os responsáveis pelo projeto na área pediátrica do Hospital Dona Estefânia, há crianças que precisam de ser alimentadas de forma diferente: ou são alimentadas através da veia ou através de uma bomba infusora que funciona como "a colher". E a dificuldade em conseguir este aparelho origina o prolongamento do internamento das crianças, acarretando graves danos clínicos e sociais, nomeadamente o risco infecioso.

"A aquisição de mais uma bomba vai permitir uma melhor gestão nas enfermarias deste equipamento e aumentar o número de crianças a quem prestamos apoio domiciliário. Atualmente existem 8 crianças em tratamento, número que pode ser aumentado com a aquisição de mais esta bomba", de acordo com Rute Neves, da equipa responsável pelo projeto, que garantiu financiamento total 26 dias antes de terminar o prazo para contribuição. O enorme sucesso desta ação de angariação de fundos está também relacionado com o facto de departamentos do BES terem tido a iniciativa de se envolver na promoção de alguns dos projetos junto dos vários colegas.

O Banco Espírito Santo foi a primeira instituição bancária a associar-se ao movimento de financiamento coletivo através da Internet. O objetivo é promover o envolvimento e a contribuição dos portugueses, com pequenos donativos, em projetos de solidariedade, com o banco a assegurar 10 por cento do financiamento total.

A situação económica fez despertar novas formas de participação e de contribuição social, nomeadamente o crowdfunding, isto é, a possibilidade de qualquer pessoa poder contribuir para determinada causa através da Internet e coletivamente ajudar a concretizar um projeto. Nos Estados Unidos e em alguns países da Europa o movimento é um sucesso no financiamento através das redes sociais, de startups, ONGs e projetos criativos.

Fonte: BES

quarta-feira, 02 janeiro 2013 15:36

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing