×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 87
Comunicação

Fusão ZON/Optimus - Isabel dos Santos: “A nova empresa terá uma estratégia aberta a outras geografias”

Fusão ZON/Optimus: Isabel dos Santos: “A nova empresa terá uma estratégia aberta a outras geografias”

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu na segunda-feira luz verde para a operação de fusão entre a Zon e a Optimus. Isabel dos Santos, maior acionista da ZON com 28,8% do capital, adianta que a nova empresa terá uma capacidade de investimento reforçada e uma estratégia aberta a outras geografias.

segunda-feira, 26 agosto 2013 19:19

De acordo com fonte próxima de Isabel dos Santos, "os recursos reunidos com a fusão servirão de alavanca para o reforço da capacidade de investimento da nova empresa, quer em novos produtos com mais inovação e qualidade, quer em novos mercados, potenciando a experiência multinacional acumulada pelos acionistas. A robustez da nova empresa e a visão multimercados dos seus acionistas proporciona a execução de uma estratégia aberta a outras geografias. Vamos aprofundar as experiências bem sucedidas já em curso noutros países, convocando a nova empresa para operar simultaneamente em mercados com características complementares".

A mesma fonte acrescentou ainda que, com esta decisão favorável da AdC "fica aberto o caminho para a criação de uma empresa muito mais robusta do que aquelas que lhe dão origem e que reúne condições para competir com mais vigor e qualidade no difícil mercado português. A nova empresa vai ter um papel dinamizador do reposicionamento dos atores da indústria de Telecomunicações em Portugal, com uma significativa otimização dos recursos e níveis mais elevados de eficiência e rendibilidade, sendo auspiciosa para os consumidores".

A intenção de fusão das duas empresas foi anunciada no final do ano passado e o plano é criar uma sociedade detida em partes iguais pela Optimus e pela Zon. O negócio permitirá às duas empresas combinarem forças na oferta de serviços integrados, uma tendência do sector, cujos operadores têm vindo a oferecer pacotes que incluem os vários tipos de comunicações e serviços.

Cronologia / síntese
• Novembro 2007: primeiros contactos informais entre ZON e SONAECOM
• 1º trimestre 2008: entendimento próximo entre administrações, mas impasse por impossibilidade de conseguir apoio da maioria qualificada necessária para alteração de estatutos e desblindagem
• Agosto 2008: primeiro contacto de Isabel dos Santos com ZON. Começa a desenhar-se Projecto ZAP (TV por subscrição em Angola e Moçambique)
• Início de 2009: entrada de Isabel dos Santos no capital da ZON. Nova oportunidade para ganhar adeptos para a fusão
• Fevereiro de 2010: lançamento da ZAP
• Início de 2012: Isabel dos Santos passa a ser o maior accionista da ZON com 28,8% do capital
• Final de 2012: apresentada proposta de fusão que veio a colher apoio da quase totalidade dos accionistas da ZON
• Agosto de 2013: Luz verde da Autoridade da Concorrência

Fonte: Briefing

 

terça-feira, 27 agosto 2013 13:25

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing