Comunicação

Nos EUA compensa ser RP

A disparidade de salários entre os jornalistas e os relações públicas nos Estados Unidos continua a aumentar em favor dos últimos. De acordo com o Pew Research Centre, a diferença é de quase 20 mil dólares por ano.

terça-feira, 12 agosto 2014 13:55
Nos EUA compensa ser RP

Os valores confirmam a tendência de que o sector das relações públicas está a expandir-se, com o número de RP a ultrapassar o de jornalistas num rácio de cinco para um.
Por sua vez, segundo o US Bureau of Labour Statistics, os especialistas em relações públicas auferem um salário médio anual de 54.940 dólares, enquanto os jornalistas recebem 35.600 dólares. Esta diferença de salários é acompanhada pela diminuição do número de profissionais jornalísticos: nos últimos dez anos, o número de repórteres reduziu de 52.550 para 43.630, revela o Bureau. Em contraste, o número de relações públicas subiu de 166.210 para 202.530 profissionais.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

terça-feira, 12 agosto 2014 13:58

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing