Comunicação

Gastos do Estado em pub? A ERC fez as contas

O Estado e serviços públicos realizaram, em 2018, 136 campanhas de publicidade institucional, que custaram 1 322 464,33 euros. As contas são da ERC – Entidade Reguladora para a Comunicação Social e indicam que a televisão é o meio privilegiado e que o digital mereceu o investimento menor.

segunda, 08 julho 2019 11:08
Gastos do Estado em pub? A ERC fez as contas

 

 A televisão foi o meio com maior investimento – 595 040 euros, destacando-se os serviços de programas generalistas, embora se tenha assistido igualmente à distribuição de publicidade em três serviços temáticos e em serviços de âmbito Internacional.

Na imprensa, o Estado gastou cerca de 350 mil euros, seguindo-se a rádio, com cerca de 262 mil euros. Já ao digital, alocou pouco mais de 32 mil euros.

Além disso, 11 das 19 entidades que comunicaram à ERC despesas em campanhas de publicidade institucional do Estado investiram em meios de comunicação social regionais e locais, num total de 309 804,68 euros. Este valor traduz um aumento de 76 %, face ao  ano anterior.

Quanto à campanha em que mais houve investimento, foi a de sensibilização para a redução dos incêndios rurais, promovida pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e que envolveu 549 948,91 euros, dos quais 151 831,30 euros em meios de comunicação social regionais e locais.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing