Comunicação

Streaming? Menos portugueses tencionam subscrever

A utilização dos serviços de streaming aumenta, no entanto há menos portugueses que tencionam subscrevê-los, de acordo com o estudo “BStream” da Marktest. A Netflix lidera a notoriedade entre as  plataformas disponíveis no País.

segunda-feira, 03 outubro 2022 11:28
Streaming? Menos portugueses tencionam subscrever

Os dados mais recentes do “BStream” revelam que 44,1% dos portugueses utilizavam as plataformas de streaming, no segundo trimestre deste ano, o que representa um crescimento de 0.3 pontos percentuais (p.p.) face ao trimestre anterior. O número de subscritores deste tipo de serviços tem vindo a crescer, representando já 32,9% do universo de portugueses com mais de 15 anos e residentes em Portugal Continental, ou seja, mais 0.4 p.p. face ao primeiro trimestre de 2022.  

Em contraciclo com estas tendências, o indicador do “BStream” sobre a intenção de subscrição nos próximos três meses apresenta uma tendência de quebra e baixa, pela primeira vez, da fasquia dos 9%, caindo 1.2 p.p., dos 9,8 para os 8,6%. 

No que respeita ao indicador de notoriedade entre as plataformas de streaming que operam no mercado português, a Netflix continua a ser mais reconhecida, com 77,6% de respostas, superando assim a Disney+ (56,5%), a HBO Max (50,6%), a Prime Vídeo (50,4%) e a NOS Play (47,1%). 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing