Criatividade

Esta cerveja quer acabar com os estereótipos

Os polémicos anúncios da campanha da Skol, marca de cerveja, que sugeriam que as pessoas esquecessem o "não" em casa durante o Carnaval, foram a inspiração: três criativas brasileiras criaram a Feminista – uma cerveja artesanal, estilo Irish Red.

quarta-feira, 25 fevereiro 2015 11:25
Esta cerveja quer acabar com os estereótipos

O produto é a primeira ação do 65/10, um grupo que se dedica a repensar o papel das mulheres na publicidade dentro das agências e nas campanhas. E que, traduzindo, significa: 65% das mulheres que dizem não se identificar com a forma como são retratadas na publicidade, e os menos de 10% de mulheres no departamento de criação das agências brasileiras.

O resultado é a Cerveja Feminista que, segundo o grupo, tem "um sabor refrescante, maltado, levemente lupulado e final limpo". A ideia era manter a produção caseira, mas em dois dias o número de pedidos excedeu a capacidade do grupo, que está agora a negociar com uma cervejaria artesanal, avança o Brainstorm9.

O grupo propõe, assim, uma discussão sobre "o machismo na publicidade de cerveja", e quer que esta conversa continue "na mesa de bar, no happy hour, e no almoço de domingo".

E, promovendo um "brinde à igualdade", a marca refere que a cerveja é para homens e mulheres, com o rótulo a representar a união entre os símbolos feminino e masculino.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

quarta-feira, 25 fevereiro 2015 11:31

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing