Criatividade

E se existisse um Monopólio para agências publicitárias?

Foi nisso que pensaram os designers Callison Neo e David Goh, da Excaliburp, quando criaram o The Award Winning Game. O objetivo é que os jogadores dirijam as suas próprias empresas e dominem as galas de prémios... mesmo que tenham de fazer "jogo sujo".

quinta-feira, 17 setembro 2015 10:55
E se existisse um Monopólio para agências publicitárias?

O jogo é simples: cada jogador cria uma agência, contrata accounts, junta dinheiro, cresce através da contratação de criativos e ataques à competição e finalmente, conquista prémios através de diferentes estratégias, promovidos por associações como Iffy Awards, Young'uns, DEAD, Cannes Kitty, Screws Asia, entre outros.

Mas nem tudo é fácil. Durante a construção dos negócios, os "empresários" terão de enfrentar situações complicadas como a saída de um líder criativo.

Os jogadores podem escolher um de vários papéis, tais como diretor criativo, informático, designer gráfico ou homem de negócios transformado em criativo. As marcas em jogo são fictícias e incluem Clog-Cola, BMI, S&M, iPotato e Procrastigram.

O The Award Winning Game está a reunir de financiamento do Kickstarter e já reuniu mais de 5000 dólares.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

A moralidade é posta à prova no “Monopólio da publicidade”

A moralidade é posta à prova no “Monopólio da publicidade”

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing