Criatividade

A FCB quer ser a agência mais feliz do País

A FCB Lisboa quer ser a n.º 1 no ranking da felicidade da indústria publicitária nacional, pelo que acaba de lançar um pacote de medidas de incentivo que vão premiar a produtividade e a qualidade.

quarta-feira, 14 outubro 2015 12:51
A FCB quer ser a agência mais feliz do País


Do que se trata, explica a agência, é de reconhecer o contributo dos colaboradores, individual e coletivamente, para o "bom desempenho" de 2015 de uma forma que aumente a qualidade de vida de todos, dentro e fora do ambiente de trabalho.

Assim, estão já em vigor a redução de horário à sexta-feira, com saída às 16h, uma saída extra mensal para que as mães e pais com filhos até aos 12 anos os possam ir buscar à escola e ainda um meio dia de folga no dia de aniversário.

É que, justifica o CEO da FCB, Edson Athayde, "muitas vezes as agências de publicidade esquecem-se que antes de tudo são empresas, onde trabalham pessoas de verdade, e não uma entidade abstrata que atende pelo nome de 'publicitários'".

A ideia é, a partir daqui, encontrar novas formas de a agência ser "uma empresa ainda mais feliz", "se possível, a mais feliz do País".

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing