Criatividade

E à 65ª edição, os Leões encolheram

A edição de 2018 do Cannes Lions vai ter uma série de modificações. As mudanças começam pela sua duração: o evento, que se estendia por uma semana inteira, será concentrado em cinco dias: de 18 e 22 de junho. Alterações que, acredita a Lions Festivals Representative em Portugal, Ana Paula Costa, irão contribuir para um “contínuo reconhecimento do Cannes Lions, enquanto agregador do ecossistema criativo mundial”.

terça, 14 novembro 2017 11:59
E à 65ª edição, os Leões encolheram

 

Além disso, serão eliminadas 120 subcategorias, com o propósito de dar mais relevância a cada prémio atribuído. Os vários júris vão começar a olhar separadamente as peças criadas para organizações não governamentais. E as agências apenas poderão submeter cada trabalho para um máximo de seis Leões.

O festival de criatividade irá distribuir os Leões a partir de nove divisões temáticas: reach, communication, craft, experience, innovation, impact, good, entertainment e health.

Nesta reorganização, foram eliminados os prémios de Cyber, Integrated e Promo & Activation Lions. E foram criados novas categorias: creative eCommerce, social & influencer, industry craft, sustainable development goals e brand experience & activation.

Outra mudança será no peso da pontuação para a escolha dos vencedores de prémios como Agência do Ano. O objetivo é dar mais vantagens para as empresas que receberem prémios relevantes, como o Grande Prémio e Leões de ouro e prata. De modo a diminuir o peso relativo do total de Leões de bronze e de indicações a shortlists.

A organização decidiu ainda que os preços não irão aumentar em 2018. Como explica Ana Paula Costa, em declarações à Briefing, “tal como os outros países, Portugal naturalmente usufruirá também dos benefícios deste “update” do Festival”.” O facto de, por exemplo, reduzir-se em 900 euros o valor do passe ou a agência poder oferecer internamente um passe Young Lion (todas as agências que inscreverem 15 trabalhos ou mais tem um passe gratuito) como prémio, entre outros benefícios, pode fazer alguma diferença em participar, face a anteriores edições”, nota.

As alterações surgem na sequência das críticas de grandes grupos de publicidade, entre os quais o Grupo Publicis, que anunciou que não participaria na edição de 2018.

“A mudança sempre foi parte dos Cannes Lions e as inovações que estamos a introduzir para 2018 marcam uma excitante nova fase na história do festival”, afirma o CEO Ascential Events, Philip Thomas. “Algumas das consequências destas mudanças serão sentidas imediatamente, enquanto outras representam o início de uma de uma jornada de transição mais longa. Mas o que todas têm em comum é que alteram o foco do festival e asseguram que os Cannes Lions continuam a ser o evento global líder para as indústrias criativas e da comunicação durante muitos anos”, acrescenta.

“O Festival Cannes Lions hoje, tal como no passado, pretende ser o reflexo da evolução da indústria e dos seus desafios”, diz, por sua vez, Ana Paula Costa.“Todas estas novidades anunciadas para a próxima edição são o produto de uma reflexão conjunta com os vários stakeholders da indústria (holding companies, agências independentes, marketers, parceiros….), nos últimos três anos. Com esta nova arquitetura dos prémios, com a estrutura do festival reformulada (redução para cinco dias), com os novos benefícios para todos os participantes (redução do valor do passe, descontos em restaurantes, wi-fi gratuito dentro e fora do “Palais”, acesso mais facilitado aos conteúdos através de um programa integrado... ), acreditamos que contribuirá para um contínuo reconhecimento do Cannes Lions, enquanto agregador do ecossistema criativo mundial ao estimular e premiar os seus profissionais”.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing