Criatividade

Nos Lusófonos, a FCB somou prémios

A FCB Lisboa foi eleita a Agência Lusófona do Ano e a Show Off conquistou o mesmo título entre as produtoras, na última edição dos Prémios Lusófonos da Criatividade. Foram também para a agência de Edson Athayde os dois únicos Grand Prix atribuídos.

terça, 26 junho 2018 11:50
Nos Lusófonos, a FCB somou prémios

 

Assim, a FCB sagrou-se ainda Agência Portuguesa do Ano.  Em Design, a melhor portuguesa foi a Bullseye, com a brasileira Casa Rex a arrecadar o título da Agência Lusófona do Ano.

Na Ativação de Eventos, a Wise U partilhou com Nuno Zamaro a liderança entre as agências portuguesas, enquanto, no conjunto da lusofonia, a melhor foi a brasileira Fermento.

Já em Relações Públicas, a Llorente & Cuenca foi a Agência Portuguesa do Ano, com a P3K, do Brasil, a arrecadar o prémio lusófono.

Em Media, a Mindshare conquistou um duplo troféu: o de melhor agência portuguesa e lusófona. O mesmo aconteceu com a Loba, em Digital.

No que toca a prémios, houve apenas dois Grand Prix: para a FCB, com “Seio”, para a Fundação Laço, em Imprensa e em Outdoor.

Ouros também houve poucos: em Craft, para a produtora portuguesa Molotov, graças ao projeto “Sempre em Movimento”, para a CP; em Outdoor, para a FCB Lisboa, com “Selfies históricas”, para a Penguim Random House; e para a brasileira Fermento, com “Brasília em Pano Aberto”.

Conheça os premiados aqui. A entrega de prémios decorreu esta segunda-feira, na sede da Microsoft Portugal, em Lisboa.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

terça, 26 junho 2018 12:29

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing