Criatividade

Portfolio Night. O que o Diogo espera é critério

A falta de critério. É isto que fará Diogo Anahory, da BarOgilvy, rejeitar um portefólio esta quinta-feira na Portfolio Night, do festival do Clube de Criativos, cujo júri de diretores criativos integra.

terça, 14 maio 2019 12:38
Portfolio Night. O que o Diogo espera é critério

 

Conheça as razões do Diogo:

“O que me faz rejeitar um portfolio? A falta de critério.

Mais do que o nível da direção de arte ou do copy, mais do que saber se o criativo é multifacetado e trabalha redes sociais com o mesmo à vontade com que faz um spot de rádio, mais do que querer perceber se os trabalhos são ‘reais’ ou meros exercícios criativos, aquilo que procuro quando olho para um portfolio é o critério.

Não há nada mais desconcertante do que ver um portfolio onde ideias muito boas convivem com outras muito médias e outras muito más. É sinal de que não há discernimento no julgamento das ideias nem capacidade para as avaliar. É sinal de que não há critério.”

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing