Entrevistas

Vêm aí os Geradores

Pedro Saavedra, Tiago Sigorelho e Miguel Bica

Pedro Saavedra, Tiago Sigorelho e Miguel Bica querem que 2014 e os anos seguintes sejam inesquecíveis para a cultura e para as marcas. Esse é um dos objetivos do Gerador, um projeto que promete revolucionar a forma como se apoia e divulga a cultura em Portugal.

terça-feira, 03 dezembro 2013 10:53
Vêm aí os Geradores

Já há 35 parceiros ligados ao projeto e 10 iniciativas culturais relevantes ao longo de um ano e sob o mesmo conceito. Miguel, gestor dos eventos do projeto Baixa-Chiado PT Bluestation, Pedro, programador do mesmo projeto, e Tiago, que foi diretor de Estratégia de Marca do grupo PT, levantaram uma ponta do véu do projeto para os leitores do Briefing.

Briefing | O que é o projeto Gerador?

Geradores | É o projeto que pretende revolucionar a forma como se faz e se vê cultura em Portugal, juntando as marcas, de um lado, e os produtores de cultura, do outro.

Briefing | O que é que faz a diferença neste projeto?

G | A originalidade, em primeiro lugar: é a primeira vez que se realizam 10 iniciativas culturais relevantes ao longo de 1 ano sob o mesmo conceito; a credibilidade, em segundo lugar, através de um conjunto de personalidades e de uma rede de mais de 35 parceiros que estão com o projeto desde o seu início; o retorno que pretendemos dar às marcas que nos apoiam porque conseguimos fazer da cultura um tema com visibilidade; e a consequência, já que acreditamos que podemos contribuir para que a cultura portuguesa se torne mais forte.

Briefing | Podem dar alguns exemplos sobre o que é que vai fazer a diferença?

G | A diferença faz-se pelas próprias iniciativas, que vão desde a realização de um festival num local diferente todos os anos, até à abertura de uma galeria de arte urbana disseminada por todo o país, passando por uma revista presente nos principais pontos de venda que vai provar que as edições impressas não estão mortas. Mas, faz-se também pelas pessoas que nos acompanham, como o Afonso Cruz, a Marta Crawford ou o Gonçalo Waddington, e pelos nossos parceiros: Fundação Serralves, Cision, Ipsos Apeme, Bertrand, São Luiz ou SPA, entre muitos mais.

Briefing | Qual o papel que as marcas poderão desempenhar neste projeto?

G | As marcas são, a par dos autores, a razão de ser deste projeto. Cada vez mais, pelos dados que dispomos, as pessoas querem ligar-se às marcas que são socialmente relevantes, que vão para além do produto que vendem. O Gerador proporciona esta vantagem às marcas como principais responsáveis da promoção da cultura portuguesa. Por outro lado, desenhámos um projeto que garante retorno às marcas, deixando apenas de ser um projeto em que se investe desinteressadamente na cultura, sem expectativa de receber nada em troca. Nós queremos tornar a palavra CULTURA sexy!

Briefing | Qual será a abordagem às marcas?

G | Já estamos, neste momento, a fazer um road-show pelas marcas para mostrar o projeto e, até agora, a reação tem sido, no mínimo, entusiasmante! Sentimos muita vontade por parte das marcas em participar! E há, também, uma sensação de envolvimento num projeto diferente, verdadeiramente inovador e original. Como se fosse uma espécie de sangue novo no dia-a-dia das marcas!!

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

quinta-feira, 05 dezembro 2013 11:56

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing