Entrevistas

A criar tendências desde 2011

Pedro Caldas, Manager de Patrocínios e Eventos da Vodafone A Vodafone FM comemora este domingo três anos de existência, um período em que se consolidou como rádio, chegou a novos territórios e ajudou a criar tendências. Em entrevista ao Briefing, Pedro Caldas, Manager de Patrocínios e Eventos da Vodafone Portugal, fala sobre a "fórmula" do sucesso da estação.

sexta, 24 janeiro 2014 12:24
A criar tendências desde 2011

Briefing I No próximo domingo, a Vodafone FM comemora três anos de existência. Qual o balanço que faz deste período?

Pedro Caldas I O balanço destes 3 anos é muito positivo e a Vodafone FM tem correspondido às expetativas que colocámos no projeto.

Desde o seu lançamento, em 26 de Janeiro de 2011, que a Vodafone FM tem vindo a consolidar o seu posicionamento e o seu caráter único e diferenciador no panorama da rádio em Portugal, com reconhecimento muito positivo por parte dos seus ouvintes – com os quais nos relacionamos on air, através das redes sociais e pessoalmente quando a rádio está presente nos eventos de música enquanto media partner – assim como por parte dos artistas divulgados pela Vodafone FM e que têm sempre colaborado connosco quando os convidamos a atuar na rádio, a participar em programas ou em entrevistas e conversas sobre partilha de música nova.

A mais recente novidade é a aposta da Vodafone na abertura da emissão em Coimbra, disponível na frequência 103.0, o que mostra que a Vodafone FM tem uma procura crescente e que o seu conteúdo programático e a sua personalidade têm um espaço cada vez mais importante na rádio em Portugal.

Em 2013, a presença da Vodafone FM foi também sentida através de um estúdio móvel, nos festivais Vodafone Mexefest e Vodafone Paredes de Coura, tal como já tinha acontecido em 2012, e da partilha de conteúdos exclusivos (entrevistas, transmissão das Vodafone Music Sessions, concertos ao vivo e várias performances de bandas nos estúdios da rádio), permitindo oferecer uma experiência exclusiva e especial aos nossos ouvintes. Ao longo do ano, foram diversas as iniciativas que partilhámos na rádio e que a audiência da Vodafone FM pôde acompanhar onde quer que estivesse: o Warm-up Vodafone Paredes de Coura, o Vodafone Paredes de Coura, o Milhões de Festa e o Vodafone Mexefest.

Briefing I Na sua opinião, que elementos têm ditado o sucesso da Vodafone FM?

PC I A Vodafone procura sempre imprimir inovação nos seus projetos, para que estes tenham capacidade de criar tendências. O facto das nossas iniciativas estarem a ser seguidas por outras marcas permite-nos concluir que foram bem-sucedidas e que efetivamente conseguiram criar uma tendência.

Acreditamos que o sucesso da Vodafone FM se deve ao seu conteúdo, exclusivamente centrado na música e com uma curadoria criteriosa, que desde sempre assumiu o compromisso de partilhar o melhor da música nova nacional e internacional, à coerência no posicionamento mantida ao longo dos anos, ao genuíno interesse e preocupação com os seus ouvintes e, claro, a uma equipa muito dedicada e experiente.

A presença da Vodafone FM em diferentes plataformas também contribui para o seu sucesso. A rádio pode ser ouvida em direto em todo o mundo em www.vodafone.fm e através da app para iOS e Android, para além das três frequências FM – 107.2 (Lisboa), 94.3 (Porto) e 103.0 (Coimbra). Está ainda presente no Facebook, onde se sucedem os passatempos e o relacionamento com a comunidade de ouvintes.

Briefing I Em que é que esta estação se distingue das restantes?

PC I A Vodafone FM distingue-se, desde logo, pelo seu conteúdo musical, orientado para a partilha do novo, relevante e criador de tendências, e pela preocupação em ouvir e servir o seu auditório. Um dos fatores de diferenciação desta rádio é precisamente a possibilidade que é dada aos ouvintes de expressarem a sua opinião através de uma plataforma de votação na playlist da Vodafone FM, que está disponível no site oficial da rádio e na aplicação para smartphones. A Vodafone FM é a primeira rádio a disponibilizar um botão Gosto/Não Gosto nestas plataformas, dando ao ouvinte a possibilidade de interferir e decidir o que fica no ar. É uma forma inovadora de funcionamento da rádio e de relacionamento com quem a ouve.

Briefing I O investimento publicitário registou um decréscimo nos últimos anos. Qual tem sido a estratégia da estação para contornar isto?

PC I A Vodafone FM não depende da venda de publicidade para desenvolver a sua atividade. Trata-se de um projeto de marca, que visa transmitir a personalidade da Vodafone, numa base diária e ao longo de todo o ano, a um público jovem, urbano, criativo e interativo. Assim, não é, nem nunca foi, objetivo da Vodafone utilizar esta rádio como veículo principal da sua publicidade.

Briefing I Quais as ambições da Vodafone FM para o futuro?

PC I A Vodafone FM continuará a ser a estação dos novos criadores que se destacam na música pop, rock, hip hop, dança ou nas múltiplas fusões de qualquer um destes estilos, assim como a fonte mais acessível para quem não passa sem o melhor da música nova nacional e internacional. A ambição da Vodafone FM é continuar a crescer, ter uma notoriedade cada vez maior, relacionar-se com mais ouvintes e todo o país e, sobretudo, continuar a ser apreciada e reconhecida como uma rádio diferenciadora e centrada em fornecer um conteúdo de excelência na área da música.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

 

terça, 28 janeiro 2014 10:30

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing