Entrevistas

Nesta Floresta Encantada também há espaço para as marcas

Na Floresta Encantada também há espaço para as marcas, diz a Alda A Floresta Encantada da Tapada Nacional de Mafra é, para as marcas,  uma oportunidade de aparecerem num espaço secreto e pouco  comercial. Palavras de Alda Mesquita, presidente da direção da Tapada  Nacional de Mafra, que apresenta o programa de primavera da Floresta  e explica como é que esta iniciativa pode ser aproveitada por famílias,  crianças... e pelas marcas.

sexta-feira, 27 março 2015 13:00
Nesta Floresta Encantada também há espaço para as marcas

Briefing | Em que consiste o Programa de Primavera da Floresta Encantada?

Alda Mesquita | Sendo a primavera a estação do ano em que tudo volta a renascer na natureza e os dias são maiores, o programa que acabámos de lançar dia 21 de março, e que se prolonga até dia 5 de julho, proporciona experiências que permitem a observação de animais em estado selvagem e, especialmente, as suas crias que nascem neste período do ano, como os javalis listados, a caça às hastes que caem durante o mês de abril dos machos cervídeos (gamos e veados) existentes em liberdade por toda a Floresta, assim como visitas noturnas iluminadas por pirilampos que aparecem a partir de maio.

Briefing | Que atividades inclui o Programa de Primavera? Qual o investimento feito nesse programa?

AM | São 15 semanas de atividades cheias de experiências e aventuras, desde passeios a pé, de bicicleta, comboio, carro elétrico, charrete e cavalo, a espetáculos com aves de rapina, geocaching, apicultura, tiro com arco, piqueniques, tal como observação de aves logo de manhã cedo e visitas à noite para ver pirilampos. O investimento feito em termos de promoção neste programa é relativo porque, na realidade e diretamente ronda cerca de 5 mil euros, mas conta ainda com o apoio das marcas e de alguns dos parceiros institucionais da Tapada Nacional de Mafra que nos dão acesso gratuito aos seus canais de comunicação. A campanha de promoção passa por programa em formato desdobrável com produção de 20 mil exemplares para distribuição a todos os visitantes da Floresta Encantada, assim como em hotéis, postos de turismo e Bibliotecas Municipais, localizados nas zonas de Mafra, Ericeira, Sintra, Lisboa, Setúbal e Torres Vedras; traseiras dos autocarros da Mafrense; anúncio eletrónico nos 18 ecrãs do Canal Lisboa existentes na cidade de Lisboa; colocação de outdoors nos pontos estratégicos do concelho de Mafra; campanha de email-marketing para mais de 10 mil contactos ativos; e redes sociais.

Briefing | Que marcas já estão presentes? E como é demonstrada essa presença?

AM | Parceiros premium temos a Caixa de Crédito Agrícola de Mafra, a JEEP com um Wrangler 4 portas à entrada da Floresta Encantada e com a futura distribuição dos nossos mapas de orientação; e a Blueticket que nos irá permitir, em breve, a venda online das nossas atividades. Quanto a parcerias institucionais temos a Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, Associação de Turismo de Lisboa e Câmara Municipal de Mafra e, ainda, a Mafrense e a Be Water, todos desde 2014, com a distribuição dos nossos desdobráveis, assim como a disponibilização gratuita de uso dos seus canais de comunicação. Contamos ainda com o apoio institucional do Palácio Nacional de Mafra, com a campanha de email-marketing para cerca de 4 mil contactos ativos, e apoios do Horto do Campo Grande, com oferta de plantas e flores para o jardim romântico; grupo Carmo, com vedações no jardim romântico que limitam o acesso dos animais; e a Compal, com a oferta de doses de fruta Compal Essencial Kids a todas as crianças que visitaram a Floresta Encantada no primeiro dia de primavera. Temos ainda presença e apoio de outras marcas como a Caixa Geral de Depósitos, a sociedade de advogados Vieira de Almeida e a REN, em ações diretamente relacionadas com a Floresta.

Briefing | Quem demonstrou interesse nessa integração? A Floresta Encantada ou as próprias marcas?

AM | Foi por "interesse mútuo". Com a forte campanha de comunicação lançada no verão de 2014, criaram-se as condições para que a Floresta Encantada permitisse que as marcas dirigidas aos targets que nos visitam, como as escolas durante a semana e famílias ao fim-de-semana, estivessem presentes de uma forma integrada e contextualizada.

Briefing | Quais os benefícios da Floresta Encantada para as marcas?

AM | Nesta Floresta Encantada com mais de 800 hectares, todos os animais vivem de forma livre e aparecem de surpresa nos locais mais inesperados, o que cria um entusiasmo diferente dos outros parques onde já se sabe o que se vai ver, em cada local de visita. Por outro lado, esta Floresta está no seu estado mais puro, sem ruído visual e a presença de cada marca é pensada de forma contextualizada e não massificada, sem interferir com o desenvolvimento saudável da natureza. Para as marcas esta é uma oportunidade de aparecerem num espaço "secreto" e pouco comercial, onde se pode experienciar uma diversidade de atividades saudáveis, diferentes em cada estação do ano.

Briefing | E quais os custos de associação das marcas à Floresta Encantada?

AM | Não temos preços de tabela fixos, tudo depende da disponibilidade de cada marca para investir na nossa Floresta, seja através da oferta dos seus produtos aos nossos visitantes, ou pelo envolvimento mais prolongado que pretendem ter, assim como pela disponibilização dos seus canais para promoção deste espaço especial que, só quem visita, consegue entender.

Briefing | Que vantagens retira a Floresta Encantada da presença das marcas?

AM | Com o apoio das marcas que se envolvem de forma sustentável e com a intenção de preservação da natureza no seu estado mais puro, a Floresta Encantada consegue proporcionar melhores condições de vivência do espaço, assim como a sua promoção de forma diferenciada.

Briefing | A nível de comunicação, como é promovida a Floresta Encantada da Tapada Nacional de Mafra?

AM | A estratégia de comunicação da Floresta Encantada tem uma fórmula muito simples. Não temos um bilhete de entrada, partimos do princípio que quem nos visita quer experienciar uma atividade. As marcas são experiências e a interligação que pode existir com as que aqui se vivem, proporciona soluções de ativação interessantes para ambas as partes. Neste caso, as redes sociais são um veículo de comunicação comum. Por outro lado, fazemos convites personalizados a jornalistas estratégicos e envolvemo-los nas nossas experiências. Com parceiros estratégicos, disponibilizamos descontos para oferecerem aos seus clientes a oportunidade de visitarem a Floresta com condições especiais.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing