Entrevistas

De Portugal para o mundo, é a ambição da Omdesign

De Portugal para o mundo, é a ambição da Omdesign Um total de 26 distinções nacionais e internacionais, entre elas um Red Dot, o "óscar do design", em apenas um ano. É este o resultado do trabalho desenvolvido pela Omdesign, cujo foco é a qualidade e a inovação. Continuar a trabalhar a partir de Leça da Palmeira para todo o mundo é o objetivo da agência de publicidade, como explica o diretor-geral Diogo Gama Rocha.

quarta, 11 novembro 2015 12:17
De Portugal para o mundo, é a ambição da Omdesign

Briefing | A Omdesign nasce em 1998. O que mudou na área do design nestes 17 anos?

Diogo Gama Rocha | A área do design evoluiu imenso nestes últimos 17 anos, para melhor. As tendências reinventam-se e a exigência de criar, inovar e diferenciar através do design, aliada e reforçada pela tecnologia, são cada vez mais uma constante e um desafio que nos é lançado pelas marcas que diariamente trabalhamos na Omdesign.

Atualmente, temos ao nosso dispor ferramentas, materiais e processos produtivos que não existiam há duas décadas, e já são poucos os limites, mas temos os "pés bem assentes na terra" e a perfeita consciência de que o design deve ser sempre em função das diferentes necessidades e do utilizador.

Briefing | A agência tem vindo a somar prémios nacionais e internacionais. Qual o "segredo" para tantas distinções?

DGR | O nosso segredo é trabalhar cada projeto com se fosse único, com total entrega e dedicação, sempre em estreita colaboração com os nossos clientes e fornecedores. A qualidade, a excelência, o rigor e a inovação que a equipa Omdesign imprime em todos os trabalhos, desde 1998, são determinantes para o sucesso das marcas que comunicamos. E o sucesso dos nossos clientes é, sem dúvida, também o nosso sucesso.

A eficácia do nosso trabalho e o reconhecimento do cliente do nosso cliente – o consumidor – são um prémio diário para a Omdesign. Este ano estamos particularmente satisfeitos e orgulhosos dos resultados: 26 distinções, até à presente data, entre elas um Red Dot, um "óscar do design" atribuído pela mais importante competição internacional de comunicação e design.

Briefing | E o que significam para a Omdesign? E para o design português?

DGR | Estes prémios são, acima de tudo, o reconhecimento do design português ao mais alto nível e, claro, da qualidade do trabalho desenvolvido por toda a equipa Omdesign. São um estímulo para nós, enquanto agência, para continuarmos a fazer cada vez mais e melhor, e também para os nossos clientes, que veem o design nacional e as suas marcas distinguidas como as "melhores entre as melhores", dentro e fora do país.

Estamos conscientes de que estes prémios são também uma responsabilidade acrescida para a Omdesign, para continuarmos a surpreender, com audácia e empenho, todos os dias sem exceção, o mercado, o consumidor e os nossos clientes.

Briefing | Mas como a Omdesign se diferencia das demais agências a operar no mercado?

DGR | A excelência é, uma vez mais, o que nos move diariamente, sempre com foco na qualidade e inovação. Faz parte da nossa cultura a determinação, a objetividade, o rigor, a eficiência e desafiarmo-nos constantemente. Estão no nosso ADN todos estes valores, com a consistência a que habituamos os nossos parceiros.

Outra grande mais-valia da Omdesign é a proximidade com o cliente. Perceber as suas reais necessidades, apresentar sempre soluções audazes e inovadoras, e superar as expectativas. Só assim é possível criar e reforçar as relações que temos construído, ao longo destes 17 anos, com todos os nossos parceiros. Objetividade estratégica e criatividade eficaz é o nosso trabalho diário e o que verdadeiramente nos distingue.

Briefing | Que desafios se colocam a uma agência nacional de design?

DGR | Enquanto agência criativa temos a responsabilidade de fazer bem, de sermos os melhores entre os melhores, em qualquer parte do mundo, sem nenhuma restrição ou receio. O nosso trabalho tem de ser parte integrante e contribuir ativamente para o sucesso das marcas e dos produtos que trabalhamos.

Os tempos que correm são, no nosso entendimento, tempos de oportunidades e na Omdesign temos sabido aproveitar e abraçar todos os desafios que nos têm sido lançados, com determinação, objetividade e muito, mas muito trabalho.

Briefing | A Omdesign tem como mote "criar parcerias". Como o fazem?

DGR | Desde 1998 que apostamos em parcerias estratégicas, em primeira instância com os nossos clientes, mas também com os nossos fornecedores. Com todos eles, estabelecemos relações estreitas de confiança, ao ponto de fazermos todos parte de uma grande equipa.

Briefing | Em que medida o trabalho da Omdesign contribui para o sucesso das marcas?

DGR | O conceito e o design são, muitas vezes, os principais fatores distintivos e de sucesso de uma marca e dos seus produtos, sempre aliados a uma estratégia de comunicação bem delineada.

Inovar com eficácia no conceito, na forma e no conteúdo é fundamental para podermos surpreender o mercado e todos aqueles que nos procuram e orgulhosamente nos confiam a responsabilidade de diferenciar as suas marcas.

Acreditamos que a aposta contínua na qualidade e inovação das soluções que apresentamos, mesmo que se tratem, por vezes, de simples ideias, como é o caso do packaging "RP10" da Ramos Pinto com o qual conquistámos o Red Dot, continua a ser uma grande mais-valia que nos caracteriza e distingue. Muitas vezes "a discrição e simplicidade são a mais fina das elegâncias" e tornam simples soluções em resultados verdadeiramente diferenciadores.

Briefing | Qual a estratégia de expansão da agência?

DGR | Ao lado dos nossos parceiros vamos continuar a ser fiéis a todos os valores e princípios e a solidificar áreas de negócio e mercados estratégicos.

A crescente aposta e presença internacional continua a ser um desafio estratégico para a Omdesign. Desde a nossa fundação, trabalhamos, direta ou indiretamente, para o mercado internacional, dada a atuação global de grande parte dos nossos clientes, muitos dos quais com presença nos quatro cantos do mundo.

Atualmente, desenvolvemos já uma parte significativa dos nossos projetos diretamente no exterior, o que é uma excelente oportunidade para levar além-fronteiras a qualidade do design nacional, representado pela Omdesign. A título de exemplo, o Brasil, Escócia, Espanha, França, E.U.A., Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe são alguns dos mercados onde a Omdesign já tem deixado o seu cunho diferenciador.

Briefing | Quais os objetivos este ano?

DGR | Este ano de 2015 vai ser, sem dúvida, marcante para a Omdesign pelos projetos extraordinários que desenvolvemos em diversas áreas e pelo reconhecimento dos mais conceituados críticos de todo o mundo, com 26 distinções nacionais e internacionais, até à presente data. É muito, mas muito gratificante e dá-nos ainda mais certeza de que temos adotado a estratégia correta, assente, desde o primeiro momento, num crescimento contínuo e sustentado.

Briefing | E o que podemos esperar da Omdesign em 2016?

DGR | Em 2016, e nos próximos anos, temos a obrigação de continuar a surpreender e a dinamizar as marcas que orgulhosamente trabalhamos, acrescentando valor às mesmas e diferenciando-as com o que melhor sabemos fazer.

No futuro, pretendemos consolidar o rumo traçado há mais de 17 anos, ao qual somos diariamente fiéis. Continuar a trabalhar e a inovar com eficácia no conceito, na forma e no conteúdo, não só em Portugal, como a nível internacional, trabalhando a partir de Leça da Palmeira para todo o mundo. E esperamos, claro, ainda mais distinções.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

segunda, 16 novembro 2015 16:24

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing