Entrevistas

A IKI Mobile quer afirmar Portugal na área da tecnologia

A IKI Mobile quer o carimbo português na área da tecnologiaMade in Portugal, a Iki Mobile nasce porque – diz o CEO Tito Cardoso - o mercado internacional pedia uma marca portuguesa na área da tecnologia. Competir com as "love brands" e distribuir o produto com carimbo português pela Europa mas, também, para os mercados árabe, africano e da América Latina, são os objetivos da empresa. 

segunda-feira, 23 novembro 2015 12:05
A IKI Mobile quer afirmar Portugal na área da tecnologia

Briefing | Como surge a marca IKI Mobile?

Tito Cardoso | A IKI Mobile foi criada pela consultora Univercosmos, uma empresa portuguesa com sede no Parque das Nações, em Lisboa e que opera de Portugal para todo o mundo.

A criação de uma marca nacional sempre foi uma ambição nossa, não só pelo orgulho de sermos portugueses, mas também, fruto de análises de mercado que nos confirmaram que existe uma oportunidade de negócio nesta área, uma vez que, o produto nacional/europeu, tem muita expressão no mercado internacional. Assim, ao fim de dois anos e meio, a marca IKI Mobile nasce com o objetivo de conquistar o mercado tecnológico português, distribuir o nosso produto pela Europa, mas o grande objetivo é levarmos esta marca portuguesa para os vários mercados além-fronteiras.

Briefing | O que motivou o lançamento de uma marca de smartphones em Portugal? O mercado pedia isto

TC | Ao longo do nosso percurso fomos juntando histórias interessantes que elevam o nome de Portugal nos mercados internacionais. Portugal tem muito valor lá fora, a marca portuguesa tem estatuto e é muito valorizada. É surpreendente! O mercado internacional pedia uma marca portuguesa na área da tecnologia. Portugal está na moda, é uma marca trendy. Este dado está confirmado em vários setores de atividade, como por exemplo no calçado, no vestuário, na gastronomia e a IKI Mobile quer que seja também na tecnologia.

Briefing | Num mercado tão competitivo como é o dos smartphones, como se distingue a IKI Mobile?

TC | O grande fator diferenciador é passar a existir uma marca Made in Portugal no mercado tecnológico nacional, que consiga competir com as 'love brands' internacionais já existentes.

A IKI Mobile possui 9 modelos disponíveis para uma faixa etária alargada que se aliam a uma marca inovadora, visionária, que pretende conquistar o mercado tecnológico português principalmente pela variedade de produto.

Desta forma, acreditamos que o nosso país é um ótimo ponto de partida e o próprio produto ganha uma maior notoriedade e torna-se mais credível para o consumidor. Até porque o público procura a novidade a cada dia, não cremos que a fidelização seja um entrave à entrada da IKI Mobile em Portugal.

Briefing | Sendo uma marca portuguesa, como a IKI Mobile transmite essa portugalidade?

TC | Ao nível do branding temos orgulho no trabalho que foi desenvolvido ao longo de 2 anos e meio. Conforme referi, o branding, o marketing, o nosso conceito e a comunicação são as nossas principais bandeiras. O que pensamos que irá atrair os portugueses é a imagem da marca e de seguida o sentimento de confiança e de segurança que pretendemos transmitir. A esfera armilar, da nossa bandeira, representa o mundo que os navegadores portugueses descobriram nos séculos XV e XVI e os povos com quem trocaram ideias e comércio.

Selecionámos o amarelo, como cor dominante da IKI Mobile, pela força e pelo orgulho que a esfera armilar transmite aos portugueses. Na IKI Mobile temos as nossas ideias, mas pretendemos acima de tudo representar as ideias de todos os portugueses, para sermos comercialmente melhores e mais assertivos para com as escolhas dos utilizadores dos nossos produtos. Trabalhamos com agências portuguesas nas mais diversas áreas. Temos parcerias estratégicas com a Stepvalue, Millennium BCP, Bamp, PMP Eventos, Inventa, CTT, Greenmedia, DataFAX, entre outras, e temos uma equipa de profissionais - designers, técnicos, comerciais e gestores que nos dão a confiança que transmite a nossa ambição. Para além de tudo elegemos como nosso embaixador o Pedro Teixeira!

Briefing | Quais as campanhas previstas para assinalar o lançamento da IKI Mobile?

TC | A IKI Mobile entrou no mercado tecnológico mundial no dia 17 de novembro. Essa será a data que queremos recordar no futuro. Após o sucesso do lançamento que se destacou não só em Portugal mas a nível mundial, estamos empenhados em continuar a marcar o mercado tecnólogo com a realização de campanhas que estão previstas para o mês de dezembro. Estaremos no Pavilhão Meo Arena, num evento que iremos divulgar em breve; vamos apoiar ações de solidariedade social na época natalícia; e, divulgamos já, em primeira mão, a IkI Mobile associou-se ao projeto de Natal Vanda Stuart & Kids on Brodway com o espetáculo " O Primeiro Natal", que irá realizar-se no Teatro Armando Cortez, Casa do Artista, de 19 a 23 de dezembro.

Briefing | A IKI Mobile vai estar associada a alguma operadora? Se não, há esse objetivo?

TC | Numa primeira fase, os produtos da IKI Mobile vão ser comercializado por e-commerce, através da nossa plataforma www.ikimobile.com. A IKI Mobile tem o objectivo de a curto/médio prazo associar-se às operadoras de forma estratégica. Estamos atualmente em negociação com diversos canais de venda em Portugal e a nível internacional. Estamos a desenvolver contactos com vista à comercialização dos nossos produtos quer por distribuidores quer mesmo por operadoras.

Briefing | A marca pretende atingir os 10 mil produtos vendidos ainda este ano. Qual a estratégia para alcançar esse objetivo?

TC | Temos efetivamente esse objetivo. A estratégia para alcançar e superar as nossas expectativas foi definida ao longo de 2 anos e meio. Em dezembro vamos disponibilizar aos nossos clientes uma alargada gama de acessórios que acreditamos serão um produto de sucesso no mercado pela utilidade, fiabilidade e design arrojado. Estamos confiantes e podemos adiantar que os objectivos da IKI MOBILE, após o lançamento no dia 17, estão próximos de serem alcançados. Sabemos quem são os principais responsáveis pelo nosso Sucesso. São os nossos clientes. Agradecemos a confiança que estão a depositar na IKI Mobile que nos ajudará a crescer e a ser uma marca cada vez mais forte.

Briefing | E quais os mercados prioritários para a IKI Mobile?

TC | O mercado prioritário é Portugal. É o mercado que nos ajudará a crescer, a sentir o que as pessoas pretendem e a definir o produto para 2016. A IKI Mobile nasceu com o objetivo de conquistar o mercado tecnológico português e de distribuir o nosso produto pela Europa, mas o grande objetivo é levarmos esta marca portuguesa para os vários mercados além-fronteiras, nomeadamente para os mercados árabe, africano e da América Latina, onde já nos encontramos a trabalhar, para colocar em diversos países os nossos produtos com carimbo português.

Briefing | Quais as ambições da marca?

TC | Pretendemos crescer e transformar a IKI Mobile numa marca de sucesso e com notoriedade nos mercados internacionais. As nossas metas estão traçadas, conforme expusemos nesta entrevista, e tudo faremos para conseguir ir ao encontro das nossas ambições.

 

A IKI Mobile quer afirmar Portugal na área da tecnologia

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing