Entrevistas

A Beefeater quer trazer o “espírito irreverente” de Londres para Portugal

A Beefeater que trazer o “espírito irreverente” de Londres para Portugal Trazer o "espírito irreverente" de Londres para Portugal e tornar a Beefeater na marca de gin premium n.º 1. Estes são, segundo a group brand manager, Inês Branquinho, os objetivos para o mercado português. País no qual, diz, os consumidores estão cada vez mais atentos a esta categoria de bebidas e onde a insígnia está já a realizar ações como o Hangout Club e o Street Art Lisboa. 

sexta, 08 julho 2016 12:22
A Beefeater quer trazer o “espírito irreverente” de Londres para Portugal

Briefing | A Beefeater afirma que quer trazer o "espírito irreverente" de Londres para Portugal. Como pretendem fazer isso?

Inês Branquinho | O espírito irreverente de Beefeater não nasce por acaso. São mais de 150 anos a absorver a criatividade e energia de Londres, uma cidade com uma dinâmica única. Esta identidade da marca posiciona-a no território da irreverência em vários âmbitos desde a música, à moda e a outras expressões artísticas. Um exemplo foram as Ministerium Streaming by Beefeater que associavam Beefeater ao mundo da música eletrónica convidando "labels" nacionais para mostrar o seu portefólio ou a nossa mais recente iniciativa – Hangout Club –uma loja itinerante, especialmente dedicada a todos os amantes de música, moda e gin. Um espaço que se estreou no festival Brunch Elektronik e vai marcar presença noutros eventos nacionais ao longo do ano. Em paralelo decorre o Beefeater Street Art Lisboa, inspirado no movimento londrino, e onde procuramos trazer a Portugal a tal irreverência desafiando artistas portugueses e apoiando a criatividade urbana.

Briefing | Qual a estratégia de negócio da Beefeater para o mercado português?

IB | Beefeater é parte integrante da estratégia da Pernod Ricard Portugal rumo à "premiumização" do mercado, neste caso o mercado de gin, fazendo parte do portefólio premium da empresa ao lado de marcas como Seagram's, Plymouth Gin e mais recentemente Monkey 47. Somos a marca número 2 do segmento premium de gins e o nosso objetivo é ganhar posição de mercado e capturar o crescimento, também com o range super premium da marca, Beefeater 24. A marca visa acompanhar a evolução positiva do mercado português de gin e ir de encontro às expectativas dos consumidores ao nível qualitativo e de experiência de degustação.

Briefing | E qual o peso do mercado português para a marca?

IB | O mercado português acompanhou o boom do mercado de gin verificado em vários países tornando-se a categoria de gin, uma das mais interessantes de potenciar com crescimentos de dois dígitos ao longo dos últimos anos.

Briefing | Como é que a Beefeater define o consumidor português da marca?

IB | O consumidor de Beefeater é um consumidor cada vez mais interessado, curioso e informado sobre a categoria. Gosta de ter conhecimento sobre as marcas existentes no mercado e de seguir de perto as tendências atuais.

Briefing | E que estratégias utiliza para se diferenciar de outras marcas de gin, como a Hendricks ou a Bulldog, por exemplo?

IB | A diferenciação assenta na própria identidade e herança da marca. Beefeater nasceu no coração de Londres há mais de 150 anos e ao longo de várias gerações absorveu a criatividade, energia e alma de uma das cidades mais cosmopolitas de sempre. Mantendo a receita original de 1863 e a destilaria no coração de Londres, Beefeater London Dry é um dos gins mais vendidos e premiados do mundo. A qualidade associada á personalidade irreverente fazem de Beefeater um gin único que incorpora todas as tendências londrinas assumindo uma missão: "De Londres para o mundo e do mundo para Londres".

Briefing | E no âmbito da comunicação para Portugal, apostam mais nos meios tradicionais, no digital ou num mix? Qual a estratégia?

IB | Beefeater é uma marca irreverente que aposta numa abordagem inovadora em todos os touchpoints com o consumidor, desde os meios tradicionais até às últimas tendências da era digital. Apesar de ser uma marca global, Beefeater aposta fortemente em Portugal desenvolvendo vários conceitos e campanhas locais que acreditamos serem uma mais-valia para o consumidor.

Briefing | Quais as metas delineadas pela marca até ao final do ano?

IB | Queremos crescer com Beefeater, acompanhando os ritmos de mercado e contribuir de forma progressiva para a "premiumização" da categoria.

Briefing | Em que consiste o Beefeater Street Art Lisboa?

IB | O Beefeater Street Art surge no âmbito de uma campanha global – This is my London – que reforça o espírito irreverente da marca inspirado na cidade de Londres, uma das mais dinâmicas do mundo. Da música ao design, da arquitetura à moda, Londres é um foco de criatividade tendo-se transformado, através da street art, na mais incrível galeria de arte ao ar livre do mundo, fonte de inspiração de milhares de artistas. Também Lisboa é hoje em dia apontada como uma das cidades mais trendys do mundo e acreditamos no enorme potencial dos artistas nacionais. Desafiámos dois deles, Smile e Kat Glam, a pintar oito portadas de lojas com localizações estratégicas no centro de Lisboa. Localizações essas que espelham as atuais tendências e fazem parte da noite e da alma lisboeta como o Cais do Sodré, Chiado, Príncipe Real e Bairro Alto. Historicamente zonas cosmopolitas e irreverentes, sendo por isso perfeitas para Beefeater.

Briefing | Que objetivos pretendem cumprir com esta iniciativa?

IB | Trazer a Lisboa a irreverência e os valores de Beefeater desafiando artistas portugueses e apoiando a criatividade urbana e a street art lisboeta.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing