Entrevistas

A Inês quer pôr Campari e Aperol nas rotinas dos portugueses

A Rita quer pôr Campari e Aperol nas rotinas dos portuguesesA Empor Spirits, empresa portuguesa de distribuição e representação de bebidas, pretende incluir as italianas Campari e Aperol na rotina dos portugueses com a Hora Aperol e as Campari Red Zone. Dois conceitos diferentes para duas bebidas: Aperol para uma tarde descontraída e a Campari para noites glamorosas.

sexta, 02 junho 2017 13:26
A Inês quer pôr Campari e Aperol nas rotinas dos portugueses

Briefing | Como é que a Campari e a Aperol se têm posicionado em Portugal?

Inês Machado | Estas marcas são ícones da categoria de aperitivos italianos e o seu posicionamento está alinhado com os valores inerentes à cultura deste país. Entre elas acabam por representar diferentes universos, já que por um lado a Campari é uma marca complexa, glamorosa e mais "adulta", enquanto a Aperol personifica um espirito solar, momentos de convívio, e uma atitude mais descontraída que se alinha com o seu perfil de consumidor.

Briefing | Qual tem sido o desempenho das marcas Campari e Aperol em termos de penetração no mercado português? Que resultados obtiveram no último ano?

IM | A Empor Spirits iniciou a distribuição das 12 marcas do Gruppo Campari em julho de 2016, portanto, ainda não completámos um ano de atividade. No entanto, de acordo com os dados que possuímos, estas marcas têm tido uma performance superior em cerca de dois dígitos face aos períodos homólogos.

Briefing | Como pretendem reforçar a imagem das marcas?

IM | Beneficiamos do facto de ambas as marcas possuírem um universo multifacetado e bastante coerente, o que nos permite propor ações relevantes e diferenciadoras para o público português. Os portugueses partilham alguns valores com a cultura italiana, nomeadamente a rica gastronomia, um estilo de vida "outdoors", o foco nas relações pessoais, portanto, estamos seguros que estas marcas têm um potencial enorme em Portugal. O caso do Aperol Spritz por exemplo, é atualmente o aperitivo com o mais rápido crescimento de sempre a nível mundial e, em Portugal, a categoria cresceu cerca de 15% em apenas um ano, o que nos deixa confiantes que os portugueses têm vindo cada vez mais a diversificar o seu consumo de bebidas alcoólicas, para além do vinho e da cerveja.

Briefing | Qual é a abordagem ao mercado em termos de estratégia de marketing?

IM | Apesar de ambas as marcas já estarem presentes no mercado há algum tempo, através de outros distribuidores, apercebemo-nos que a notoriedade e a experimentação destas marcas entre os portugueses eram bastante reduzidas. Neste primeiro ano as ações desenvolvidas focam-se maioritariamente em "apresentar" estas marcas aos portugueses através dos conceitos Campari Red Zone e Hora Aperol, tendo esta última uma abordagem de marketing a 360º.

Briefing | Que objetivos pretendem ver alcançados com a criação dos eventos 3,2,1 Hora Aperol e com o Campari Red Zone? Como se integra a realização destes eventos na estratégia de marketing?

IM | As campanhas foram pensadas e criadas como alavanca para exponenciar a notoriedade do Aperol Spritz e da marca Campari, através da promoção de momentos exclusivos de alto envolvimento. No caso da #Horaperol, o objetivo passa por promover o momento de consumo "Aperitivo" através de eventos todas as quintas-feiras em Lisboa, em nove espaços que têm como denominador comum o ambiente casual e serem procurados pelos lisboetas para um copo ao final do dia. Nestes 18 eventos, o consumidor está diretamente em contacto com os valores da marca já que a ação pretende incentivar o convívio social, daí existir uma promoção associada, na qual a ideia base é um amigo poder convidar outro amigo para um Aperitivo à Italiana. Quando chegam aos espaços, os consumidores têm direito à oferta de um Aperol Spritz na compra de outro, e oferta de duas tapas por pessoa para acompanhar. No caso da Campari Red Zone, esta marca é universalmente conhecida pelo seu atributo mais distintivo, a cor vermelha Campari. Esta cor, à semelhança da própria marca, é símbolo de mistério, complexidade, de algo estimulante. As ações Campari Red Zone propõem exatamente experiências exclusivas que levam o consumidor a entrar neste universo e deixar-se arrebatar pela personalidade "stylish" e inesperada da marca.

Briefing | Qual é o público alvo para o roteiro 3,2,1 Hora Aperol e para a Campari Red Zone? De que modo estes eventos podem contribuir para o desenvolvimento das marcas Aperol e Campari?

IM | Partimos do pressuposto que, se conhecemos bem o nosso público, é-nos possível desenhar ações que acrescentem valor e que aceleram o crescimento das mesmas. A Aperol Spritz como marca solar que é, direciona-se para um público jovem, descomplicado e "social natives", que se pautam por uma atitude positiva perante a vida. Já a Campari, devido à sua herança como must-have de inúmeros cocktails clássicos, e pelo seu sabor distintivamente mais amargo, foca-se num target cosmopolita e sofisticado, com um perfil inovador, que procura experiências estimulantes que enriqueçam o seu quotidiano, já de si bastante satisfatório.

Briefing | De que maneira, o espaço digital pode ajudar na concretização destes eventos?

IM | Atualmente as marcas têm de existir na dimensão digital. É algo taxativo porque é neste ambiente que os consumidores passam grande parte do seu tempo de lazer e porque é um canal com possibilidades infinitas para os marketers do século XXI devido ao seu poder de segmentação. No nosso caso, optámos pela criação de dois micro sites para comunicar as ações (www.horaaperol.pt e www.campariredzone.pt ), para além da incontornável presença em social media. Em termos de ATL teremos também alguma presença em meios selecionados para divulgar a #Horaperol.

Briefing | Como pretendem agilizar as redes sociais em prol das marcas e dos eventos?

IM | O Facebook e o Instagram são plataformas que cada vez mais têm desenvolvido ferramentas para ajudar na criação e divulgação de conteúdo, portanto, serão largamente utilizadas para estas campanhas. Ambas as marcas têm presença no Facebook e, apesar de partilharem um potencial visual enorme, nesta primeira fase apenas o Aperol Spritz estará presente no Instagram, já que esta plataforma é a favorita de camadas mais jovens e para os apelidados "foodies".

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

sexta, 02 junho 2017 15:09

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing