Entrevistas

Um portefólio é um anúncio do próprio criativo. O Kevin é que sabe

Um anúncio do próprio criativo, que precisa de ser afinado para se tornar eficaz. É assim que o presidente do The One Club, Kevin Swanepoel, olha para um portefólio, numa entrevista a propósito da Portfolio Night, que hoje se estreia em Portugal no âmbito do festival do Clube de Criativos (CCP). O que se procura é o All Star português, que irá a Nova Iorque competir com os melhores jovens criativos de todo o mundo.

quinta, 16 maio 2019 12:39
Um portefólio é um anúncio do próprio criativo. O Kevin é que sabe

 

Briefing | Quais são os principais objetivos da Portfolio Night?

Kevin Swanepoel | Há muito reconhecido como o maior programa do mundo de apresentação de portefólios em publicidade e design, a Portfolio Night é um evento de encontros rápidos para aconselhamento, trabalho de grupo e recrutamento, que este ano acontece em mais de duas dúzias de cidade em todo o globo para ajudar a próxima geração de talento criativo a entrar nesta indústria. O evento anual é organizado pelo The One Club for Creativity, a maior organização mundial sem fins lucrativos dedicada ao reconhecimento da excelência criativa na publicidade e no design.
O programa inclui a Portfolio Night All-Stars, em que cada cidade anfitriã seleciona o jovem criativo do mercado com o melhor portefólio. Neste contexto, o talentoso participante local de Lisboa, juntamente com todos os All-Stars do mundo, terá a rara oportunidade de voar até Nova Iorque e, durante uma semana, integrar a equipa que trabalhará na sede do The One Club num briefing criativo para uma grande marca global.

Este ano, a Portfolio Night estende-se a Portugal. O que significa a parceria com o CCP?
O The One Club e o CCP têm missões e objetivos semelhantes. Ambos se dedicam a apoiar e celebrar a comunidade criativa e ambos visam proporcionar programas de formação e de desenvolvimento que permitam que essa ajuda realmente aconteça. Acreditamos fortemente no que o CCP está a fazer pela comunidade criativa em Portugal e estamos entusiasmados por trabalhar com eles na Portfolio Night.

Como tem evoluído a participação desde a primeira edição?

Desde que começou, em 2003, a Portfolio Night aconteceu em 70 cidades de 45 países, tendo sido analisados 8.751 portefólios. Além de Lisboa, as cidades participantes este ano incluem Atlanta, Buenos Aires, Cairo, Chicago, Dubai, Guangzhou, Lima, Los Angeles, Lyon, Melbourne, Nova Iorque, Paris, Pequim, Saigão, São Paulo, Singapura, Xangai, e Zurique, entre outras.

Em que medida é importante juntar os diretores criativos e os jovens talentos?

A Portfolio Night é um evento importante na publicidade porque serve de porta de entrada para os jovens talentos terem acesso a esta indústria. Esta noite irá permitir aos líderes criativos portugueses conhecerem, serem mentores e, até mesmo, contratarem a próxima geração de criativos.

Este é um evento único à escala global que constitui uma oportunidade de alta visibilidade para as agências e os diretores criativos, de certa forma, retribuírem à indústria e ao mercado o que conquistaram, guiando os primeiros passos dos futuros copywriters, diretores de arte e tecnólogos. Esperamos que cada jovem criativo da área de Lisboa ou de qualquer outra zona de Portugal possa beneficiar desta oportunidade incrível de receber a opinião de profissionais de topo. 

Quais as vantagens deste modelo de speed dating? É suficiente para avaliar o portefólio?

Esse formato funciona bem porque permite a muitos jovens terem a oportunidade de receber feedback e orientação dos profissionais. E esse feedback é extremamente importante e útil, na medida em que esclarece os jovens sobre aquilo que precisam melhorar e como devem apresentar o seu talento àqueles que, no mundo da publicidade, têm a responsabilidade de contratar. De certa forma, um portefólio é um anúncio do próprio criativo, pelo que precisa ser afinado para se tornar eficaz.

De todos os portefólios já apresentados, tem noção de quantos jovens criativos foram realmente contratados?

É difícil estimar o número de contratações, mas, desde o início do programa, estiveram envolvidos em todo o processo da Portfolio Night quase nove mil jovens e o que posso dizer é que muitos iniciaram carreiras na publicidade e design.

O papel do The One Club é o empoderamento da comunidade criativa global. De que modo?

Como mencionei antes, o The One Club propõe-se estimular e celebrar a excelência criativa global em todos os aspetos da publicidade e do design. A sua missão é, pois, apoiar o sucesso criativo. Daí que, como organização sem fins lucrativos que é, o clube canalize as receitas obtidas nos seus festivais anuais – o The One Show e os ADC Annual Awards – para a indústria, através do financiamento de cerca de duas dúzias de programas de educação e desenvolvimento profissional todos os anos, dirigidos a criativos em todos os níveis de experiência. A Portfolio Night enquadra-se nesse contexto. Nenhuma outra organização tem retribuído à indústria da publicidade e do design com um nível comparável de programas tão alargados e numa base global.

Tem defendido que a criatividade é o elemento mais poderoso para o sucesso dos negócios. Diria que as empresas partilham desta opinião?

A criatividade assume muitas formas e ajuda os negócios de muitos modos diferentes. Em complemento de campanhas de marketing e de publicidade inovadoras, as empresas mais bem-sucedidas também se envolvem na resolução criativa de problemas sobre a forma como se relacionam com os seus consumidores. A criatividade e a estratégia andam de mãos dadas para proporcionar as soluções de negócio mais eficazes.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing