Entrevistas

A primeira flagship da SkinCeuticals? Para a Margarida, tem impacto positivo

É para acompanhar as consumidoras de uma forma “próxima e altamente personalizada” que a SkinCeuticals inaugura a primeira flagship em Portugal. A garantia é dada pela brand activation specialist da SkinCeuticals, Margarida Lopes, que acredita num impacto “bastante positivo” nos resultados. Sempre com a ambição de fazer crescer a marca de beleza, mantendo os padrões premium.

quarta-feira, 03 agosto 2022 11:51
A primeira flagship da SkinCeuticals? Para a Margarida, tem impacto positivo

Briefing | O que levou a SkinCeuticals a abrir o primeiro espaço em Portugal?

Margarida Lopes | A SkinCeuticals é uma marca de eficácia também aliada à experiência e aos protocolos profissionais. Uma marca que se baseia em dois conceitos base: profissional e premium, que se transmite não só na eficácia das nossas formações, como também com os nossos protocolos profissionais integrados, associados ou não a procedimentos estéticos.

O nosso objetivo com a inauguração desta primeira flagship – formato habitual que já existe noutros países em que a marca está presente – é que seja implementada com a excelência que a marca SkinCeuticals habituou a suas consumidoras e que as possamos acompanhar de uma forma próxima e altamente personalizada.

De que forma se enquadra a abertura deste espaço na estratégia da marca?

É um modelo que a marca já implementou noutros países, onde há diversos tipos de espaços SkinCeuticals. Existem flagships em farmácias, em clínicas, inclusivamente nos EUA. Há vários modelos de negócio da marca, que diferem de país para país.

Haverá mudanças a nível de marketing?

A nível de estratégia de marketing não sofrerá muitas alterações, pois o serviço que prestamos neste espaço é também desenvolvido noutros pontos de venda, acrescentando a ferramenta SkinScope, que pode ser utilizada a qualquer momento por qualquer farmacêutico da própria farmácia e não apenas quando está presente a skin expert.

Mantêm-se, assim, os aconselhamentos, a aplicação dos produtos em gabinete, etc., sendo que, com a abertura deste primeiro espaço físico exclusivamente dedicado a SkinCeuticals, pretendemos dar ainda mais visibilidade à marca e à capacidade de atender às necessidades das consumidoras.

Porquê a escolha da Farmácia do Colombo para albergar o primeiro espaço da marca?

Porque o Grupo iFarma é um parceiro da marca e porque é o local onde há boa visibilidade, mas também pelo empenho da equipa do grupo da farmácia de Colombo, além de conseguimos atingir diferentes públicos-alvo para a SkinCeuticals.

Está prevista a abertura de novos espaços da marca em território nacional? E qual a ambição da SkinCeuticals para Portugal a médio prazo?

Para já, vamos focar-nos nesta primeira grande flagship, implementá-la com a excelência que a SkinCeuticals habituou as suas consumidoras. Queremos continuar o nosso posicionamento junto dos nossos clientes – farmácias e clínicas – reforçando a presença da marca nos pontos de venda atuais, de forma a continuar o trabalho que temos vindo a desenvolver com o rigor de sempre, enquanto marca premium.

Quais os objetivos da marca para este ano em termos de vendas?

Os objetivos passam sempre por fazer crescer a marca, mantendo os seus padrões premium, de elevada exigência e de grande rigor. Com este grande passo em Portugal, o nosso objetivo passa por estarmos mais próximos das nossas consumidoras e, por consequência, que conheçam e testem os produtos SkinCeuticals de uma forma imediata – através da aplicação dos mesmos, nos protocolos. Acreditamos que terá um impacto bastante positivo nos resultados da marca.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

quarta-feira, 03 agosto 2022 14:18

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing