Mostrando artigos por etiqueta: entrevistas

terça, 13 dezembro 2016 13:19

Combinar os produtos publicitados com a audiência adequada? AdClick

Combinar os produtos publicitados com a audiência adequada? AdClickQuando se combinam os produtos publicitados com a audiência adequada, o sucesso da venda está muito mais perto. É esta a visão de Nuno Lopes, senior business developer da AdClick, um publisher 100% digital que cria audiências temáticas com base em conteúdo sobre temas financeiros, lifestyle, notícias, viagens, saúde, bem-estar, autoajuda, entre outros. E que, em 2017, espera exportar esse conhecimento para os EUA e América Latina.

terça, 29 novembro 2016 13:20

O mercado está cheio de piadas fáceis. A crítica de Joah nos cinco anos da Nylon

O mercado está cheio de piadas fáceis. A crítica de Joah nos cinco anos da NylonTrazer a primeira conta global para Portugal. Esta é a ambição para 2017 de Joah Santos, fundador e diretor criativo da Nylon. Nos cinco anos da agência, assegura, em entrevista, que se fosse hoje voltava a apostar em Portugal.

quinta, 24 novembro 2016 13:21

Há uma valorização clara da eficácia. Palavra de presidente do júri

Há uma valorização clara da eficácia. Palavra de presidente do júriAs marcas querem ser eficazes na gestão dos seus recursos para obter resultados. É esta a visão de Teresa Lameiras, diretora de Marketing da Seat Portugal e presidente do júri da edição dos Prémios à Eficácia, que afirma não ter dúvidas de que esta mentalidade está enraizada nas organizações.

quarta, 23 novembro 2016 12:49

O marketing de causas pode ser diferenciador. É nisto que acredita a Catarina

O marketing de causas pode ser diferenciador. É nisto que acredita a CatarinaOs direitos humanos devem ter lugar maior na estratégia das empresas. Até porque o marketing de causas pode ser uma estratégia diferenciadora. É nisto que acredita Catarina Furtado, embaixadora de boa vontade das Nações Unidas e presidente da Corações com Coroa.

terça, 22 novembro 2016 13:29

O negócio de street food está a caminho dos 30 milhões. As contas são de Luís Rato

O negócio de street food está a caminho dos 30 milhões. As contas são de Luís RatoEste ano, o negócio de street food deve atingir os sete milhões de euros mas, a médio prazo, pode chegar aos 30 milhões. A estimativa é de Luís Rato, presidente da associação do sector e criador da Kiosque Street Food, de que entretanto alienou 70% do capital a um fundo gerido por António Carrapatoso, ex-presidente da Vodafone.

sexta, 11 novembro 2016 12:30

Quando o mercado procura softs skills, o ISEG dá

O mercado procura softs skills. E o ISEG dá O mercado de trabalho procura cada vez mais profissionais dotados de competências sociais e comportamentais, o que explica a aposta do ISEG num curso executivo de Marketing Pessoal.

quarta, 09 novembro 2016 13:18

A Restart quer ser líder em Portugal. Palavra de Maureen

 A Restart quer ser líder em Portugal. Palavra de MaureenA Restart expandiu este ano para o Porto e não tem planos para, a curto prazo, ampliar as localizações, garante a diretora da Restart Lisboa, Maureen Fergunson. No horizonte está a oferta dos cursos em formato e-learning, como parte da estratégia para chegar à liderança do mercado nacional.

quarta, 02 novembro 2016 13:29

E ao restaurante 100, a Pizza Hut renova-se. João Falcão explica como

E ao restaurante 100, a Pizza Hut renova-se.Uma faturação que é "indiscutivelmente" a maior no seu segmento. O argumento é do diretor de Marketing do Grupo Ibersol, João Falcão, para afirmar a liderança da marca que chegou, recentemente, aos 100 restaurantes em Portugal e que está a introduzir um novo conceito de loja, quer nas novas aberturas, quer nas renovações.

quarta, 26 outubro 2016 12:49

Como a Primedrinks quer pôr os espíritos livres a beber Milagro

Como a Primedrinks quer pôr os espíritos livres a beber MilagroUma bebida para espíritos livres. É assim que se apresenta a Milagro, tequila branca premium que nos primeiros quatro meses em Portugal já superou as expetativas para o ano inteiro.

segunda, 10 outubro 2016 13:29

O mercado voltou a ter apetência pelas ideias. É a convicção da Laranja Mecânica

Na laranja Mecânica acredita-se que o mercado voltou a ter apetência pelas ideiasNos 25 anos da Laranja Mecânica, o diretor criativo, Luís Rainha, faz uma leitura crítica do mercado nacional, afirmando que o panorama qualitativo voltou a ser sombrio. Acredita, porém, que o mercado voltou a ter apetência pelo fundamental: ideias.

Pág. 12 de 27

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing