Mostrando artigos por etiqueta: entrevistas

quinta, 06 outubro 2016 13:19

Mudar aos 61 anos? Luís Silva dá a provar a nova Adega de Palmela

 Mudar aos 61 anos? Luís Silva dá a provar a nova Adega de PalmelaA Adega de Palmela investiu um rebranding com o objetivo de dar uma nova frescura a uma marca com 61 anos. E fê-lo sem perder os elementos históricos que a ligam ao território onde nascem as uvas, mas, ao mesmo tempo, procurando atingir novos consumidores.

terça, 04 outubro 2016 14:00

O que é Nacional é bom. Agora com a ambição de ser uma marca 360º

O que é Nacional é bom. Agora com a ambição de ser uma marca 360ºApresentar a Nacional como uma marca 360º, una nas suas diversas categorias. Este o grande objetivo que procedeu ao rebranding da marca. E que é acompanhado de um novo posicionamento no mercado, assente no conceito de que está presente em todos os momentos da vida dos consumidores. Reforçando que "O que é Nacional é bom".

quarta, 28 setembro 2016 13:04

Emoções no marketing financeiro? Isso é Santander Totta

Emoções no marketing financeiro? Isso é Santander TottaAssumindo a missão de contribuir para o desenvolvimento das pessoas e das empresas, o Santander Totta tem vindo a apostar no marketing emocional, proporcionando experiências positivas e imediatas. Uma estratégia que também se concretiza na associação ao território da música e do desporto.

terça, 27 setembro 2016 13:14

A Y&R no Euro 2020: “É o melhor que se pode atingir”

A Y&R no Euro 2020: “É o melhor que se pode atingir”Um salto extraordinário. É assim que o diretor criativo da Young & Rubicam, Helder Pombinho, resume o facto de a agência ter ganho o concurso da UEFA para o branding do Euro 2020. Afinal, o que está em causa é a possibilidade de alargar competências na criação de uma marca global, algo difícil de alcançar com marcas locais. É, pois, o melhor que se pode atingir.

segunda, 26 setembro 2016 12:26

As marcas devem ser customer centric. Palavra de Paulo

As marcas devem ser customer centric. Palavra de Paulo Revolucionar a forma como as marcas se relacionam com o cliente. É este o objetivo da Clientscape, cujo foco é o Social Customer Care. Mas como? Através de um social ID, que permite a uma empresa identificar cada cliente, conhecer as suas preferências e oferecer-lhe uma experiência integrada. "Um mercado do futuro", tal como afirma o CEO, Paulo Almeida, segundo o qual "adotar uma atitude customer centric é vital".

quarta, 14 setembro 2016 12:33

Para onde caminha o CCP? O Pedro responde

O Pedro quer fazer do CCP uma referência da criatividade comercial Tornar o CCP numa instituição mais sólida e com um papel mais relevante para os criativos, para que seja a principal referência nacional quando se fala de criatividade comercial. É esta a missão que a Lista A, encabeçada por Pedro Pires, se propõe a concretizar no biénio 2016-2018, ao qual é a única candidata. Um facto que o atual presidente do Clube lamenta e justifica com a existência de uma "classe muito passiva".

terça, 13 setembro 2016 13:18

Washington Olivetto: A única coisa que não vai mudar é a grande ideia

 Washington Olivetto: A única coisa que não vai mudar é a grande ideiaGanhou o primeiro Leão (de Bronze) quando ainda era um "moleque". Desde então, só em televisão, já são mais de meia centena. E é dele também o primeiro Ouro que o Brasil arrematou em Cannes. Mas o maior prémio, diz, é uma campanha entrar para a cultura popular. Disso também se pode orgulhar Washington Olivetto, o "menino de ouro" da publicidade brasileira, que está em Lisboa para presidir ao executive jury do Lisbon International Advertising Festival. Daqui sairá com mais um prémio, o de carreira.

segunda, 05 setembro 2016 13:02

Uma casa em Lisboa é diferente de uma em Xangai? A IKEA sabe

Uma casa em Lisboa é diferente da China? A IKEA sabe Criado para pessoas, não para consumidores. É assim que a IKEA define o catálogo de 2017 que acaba de chegar aos lares portugueses. Com ele chegou também uma nova campanha e um novo diretor de marketing para Portugal – Riccardo Navone. O objetivo é mostrar que, seja em Lisboa ou em Xangai, a a casa é sempre o lugar onde dormimos, comemos e arrumamos – "o que muda é a forma como o fazemos". Para isso, há 13 histórias que "ilustram" como a marca se une a pessoas diferentes, nos vários países do mundo.

segunda, 08 agosto 2016 12:56

Os perfumes da Equivalenza têm um rosto e a Carolina explica porquê

 Os perfumes da Equivalenza têm um rosto e a Carolina explica porquêOs perfumes da Equivalenza ganharam um rosto: o de Diana Chaves. Uma escolha, explica a diretora de marketing, Carolina Dièguez, ditada pela "profunda naturalidade" da atriz. E que se enquadra numa estratégia que passa por humanizar a marca naquele que é já o terceiro mercado da empresa espanhola criada há cinco anos.

sexta, 05 agosto 2016 12:55

Loop "unifica-se" para se mostrar mais forte além-fronteiras

Loop "unifica-se" para se mostrar mais forte além-fronteirasUma marca: três serviços. É assim que se caracteriza a nova Loop, que, depois de um projeto interno de rebranding, adota a assinatura "Unique Companies". Isto porque, tendo origem espanhola e estando a operar em Portugal e em França, a empresa sentia que a estratégia de marca já não era viável para as diferentes geografias. "Uma marca una é mais forte além-fronteiras", tal como explica a responsável de Marketing e Branding da Loop, Margarida Partidário.

Pág. 13 de 27

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing