Mostrando artigos por etiqueta: entrevistas

terça-feira, 17 março 2015 13:24

Na McDonald’s, o M também é de mulher

Na McDonald’s o M também é de mulherÀ frente do marketing da McDonald's Portugal desde maio do ano passado, Inês Lima assumiu a função anteriormente desempenhada por um homem. Mais do que falar em género feminino ou masculino, considera essencial reunir diferentes personalidades e backgrounds. Ainda assim é favorável a que se premeie a liderança no feminino.

segunda-feira, 16 março 2015 13:06

A Manuela fez da Imperial um caso de sucesso. Ser mulher influenciou?

 A Manuela fez da Imperial um caso de sucesso. Ser mulher influenciou?Desde que, em 2001, assumiu a liderança da Imperial, Manuela Tavares de Sousa fez crescer a empresa de chocolates, inovando no produto e diversificando na geografia. Acredita que um gestor masculino poderia conseguir os mesmos resultados, mas também acredita que há traços femininos, como a perspicácia e a agilidade mental, que são uma mais-valia para o processo decisão empresarial.

sexta-feira, 13 março 2015 12:43

Como a Galp quer dar energia às ideias

Como a Galp quer dar energia às ideiasCriar uma plataforma que estimule o talento e a inteligência. Esta a ambição da Galp Energia com a iniciativa Galp Create, um projeto que segue as tendências de marketing corporizadas na cocriação, mas que também visa capitalizar a proximidade da marca com os consumidores. Uma estratégia que o diretor de Marketing Oil Ibérico, João Torneiro, explica nesta entrevista.

terça-feira, 10 março 2015 12:00

A Carlota sabe como é importante um mindset vencedor

Carlota Ribeiro Ferreira, ceo da WIN WorldCarlota Ribeiro Ferreira não tem dúvidas de que um mindset vencedor é essencial para se ser bem-sucedido na vida e nos negócios. É isso que procura transmitir com as Happy Conferences, iniciativas da empresa que fundou, a WIn World, e que todos os anos trazem a Portugal oradores com pensamento positivo. Este ano, o neucientista Ian Robertson vem mostrar como o sucesso atrai sucesso.

segunda-feira, 09 março 2015 13:27

Como a Ana quer tornar o Alegro Setúbal um espaço de referência

Ana Santos, diretora do Alegro SetúbalUma estratégia de marketing não agressiva, criativa mas diferenciadora, que privilegia o envolvimento dos visitantes com a marca. É assim que Ana Santos, diretora do Alegro Setúbal, explica a abordagem da marca junto dos consumidores.

terça-feira, 24 fevereiro 2015 13:29

Dar às marcas o que precisam, não o que querem. Isso é Surreal

Dar às marcas o que precisam, não o querem. Isso é SurrealFalta estratégia às marcas. Falta uma mensagem consistente nas diversas plataformas de marketing. Assim pensa Ian Smith, fundador da agência britânica Surreal, que partilhou esta e outras opiniões no workshop "Trends are about opportunities", realizado recentemente no Porto. E é precisamente nesta cidade que Surreal tem uma filial há pouco mais de um ano: trabalha já com três grandes empresas da região, duplicou a equipa e promete que não vai ficar por aqui.

quarta-feira, 18 fevereiro 2015 12:58

A BBDO não fala “publicitez” nem “marketez”. Palavra de CCO

A BBDO não fala “publicitez” nem “marketez”. Palavra de CCO O chairman e chief creative officer da BBDO Portugal tem razões para entrar em 2015 otimista. O ano que passou foi bom para a agência, em prémios, reputação e clientes, e até lhe abriu portas internacionais. Rui Silva reconhece que o mercado é pequeno, mas recusa que as ideias sejam periféricas. Tal como recusa criar em circuito interno, assinando campanhas que se ficam por aquilo que designa como o "publicitez" e o "marketez".

terça-feira, 17 fevereiro 2015 12:26

A Krypton é “a cereja no topo do bolo”

A Krypton é “a cereja no topo do bolo”É o que diz João Vilela quando fala do trabalho da produtora de que é diretor-geral. A comemorar 26 anos, a produtora portuguesa aponta a criatividade como a solução para contornar a quebra de investimento sentida neste sector. Com ambição global, aposta na diversidade de realizadores para se diferenciar da concorrência.

quarta-feira, 11 fevereiro 2015 13:04

O fado marca? Perguntem à Joana

Joana Esparteiro, fundadora da Fados Fora de Portas Introduzir momentos portugueses nos eventos e na vida das marcas e das pessoas. Esta a missão da Fados Fora de Portas, empresa criada por Joana Esparteiro que trocou o mundo das agências publicitárias, onde era gestora de clientes, por um projeto próprio. Mas não perdeu o espírito, pois acredita que o fado tem potencial como ferramenta de ativação de marcas: "Ao nível dos conteúdos, o fado fala-nos do dia-a-dia, de sentimentos, da vida. Afinal, de que é que as marcas falam hoje em dia?"

terça-feira, 10 fevereiro 2015 13:10

As marcas não podem ser paisagem, diz o Nuno

As marcas não podem ser paisagem, diz o NunoHá 20 anos no mercado da ativação de marca, a NIU é obsessiva com o "delivery". Quem o diz é o CEO, Nuno Santana, que acredita que criar experiências diferenciadoras é fundamental na interação das marcas com os seus públicos. Só assim se destacam da paisagem.

Pág. 24 de 31

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing